Projeto aprova vender inibidor de apetite vedado pela Anvisa

Segundo responsável pelo projeto de decreto, Beto Albuquerque, a resolução da Anvisa vai além do alcance jurídico da agência e usurpa competência do Congresso

São Paulo - Um projeto de decreto legislativo em exame na Câmara dos Deputados propõe a suspensão da decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que impede a venda dos inibidores de apetite anfepramona (cloridrato), femproporex (perphoxene) e mazindol (substância parecida com anfetamina) e estabelece controle rígido da sibutramina (fármaco utilizado no tratamento da obesidade).

Segundo o responsável pelo projeto de decreto, Beto Albuquerque (PSB-RS), a resolução da Anvisa vai além do alcance jurídico da agência e usurpa competência do Congresso, informou a Agência Câmara de Notícias.

Beto Albuquerque afirma que os grupos de médicos especializados em obesidade e síndrome metabólica (conjunto de doenças cuja base é a resistência insulínica) questionam a proibição e o trabalho que serviu de base à agência para proibir os anorexígenos (anoréticos).

“A retirada dos medicamentos deixou os médicos sem opções de tratamento dos pacientes que precisam perder peso”, afirma.

De acordo com ele, o veto à anfepramona, femproporex e mazindol, assim com os controles rígidos à sibutramina, tornará difícil, sobretudo, a medicação de pacientes de baixa renda com obesidade. “

Pacientes com mais recursos podem contar com outros tratamentos, como academia ou dietas sofisticadas, o mais pobre não tem essas possibilidades”, diz.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.