Nobel de Física: cientistas simulam clima da Terra com modelos matemáticos

O japonês Syukuro Manabe e o alemão Klauss Hasselman compartilharam metade do prêmio; a outra metade do foi para o italiano Giorgio Parisi
 (Reuters/Pontus Lundahl/TT)
(Reuters/Pontus Lundahl/TT)
Por Da redação, com agênciasPublicado em 05/10/2021 08:06 | Última atualização em 05/10/2021 08:06Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Prêmio Nobel de Física de 2021 foi concedido nesta terça-feira, 5, a três físicos que aprimoraram o entendimento de sistemas complexos.

O japonês Syukuro Manabe e o alemão Klauss Hasselman compartilharam metade do prêmio, no valor de 10 milhões de coroas suecas (US $ 1,15 milhão), por criarem modelos para simular o clima da Terra e prever com segurança o aquecimento global.

A outra metade do prêmio foi para o italiano Giorgio Parisi por descobrir "regras ocultas" por trás de movimentos e redemoinhos aparentemente aleatórios em gases ou líquidos.

Os trabalhos de Manabe, da Universidade de Princeton, e Hasselman, do Instituto Max Planck de Meteorologia da Alemanha, foi importante para entender o papel da variabilidade do clima e aumentar a confiabilidade de simulações que fazem previsões sobre o aquecimento global.

O trabalho de Parisi, da Universidade La Sapienza, de Roma, também teve aplicações importantes nas geociências, e foi particularmente importante para integrar a física de diferentes escalas, sendo aplicavel a pequenos conjuntos de átomos e também a sistemas planetários.

"Sistemas complexos são caracterizados por aleatoriedade e desordem e são difíceis de entender", disse a Academia Sueca de Ciências em um comunicado. "O prêmio deste ano reconhece novos métodos para descrevê-los e prever seu comportamento a longo prazo."

A Física é o segunda categoria do Nobel a receber esta semana, depois que os americanos David Julius e Ardem Patapoutian ganharam o prêmio de Medicina na segunda-feira pela descoberta de receptores na pele que sentem a temperatura e o toque.

Os prêmios Nobel foram criados pela vontade do inventor da dinamite e empresário sueco Alfred Nobel e foram concedidos desde 1901 com apenas um punhado de interrupções, principalmente devido às duas guerras mundiais.