Acompanhe:

Pesquisadores descobrem o segredo da felicidade (até na quarentena)

Quem diria que o segredo para ser feliz poderia ser tão simples? Para cientistas da NYU, ele se resume a uma única palavra

Modo escuro

Felicidade: pesquisadores da NYU podem ter descoberto o segredo por trás do sentimento (Images By Tang Ming Tung/Getty Images)

Felicidade: pesquisadores da NYU podem ter descoberto o segredo por trás do sentimento (Images By Tang Ming Tung/Getty Images)

T
Tamires Vitorio

Publicado em 25 de maio de 2020, 12h22.

Pesquisadores da Universidade de Nova York (NYU) descobriram o provável segredo por trás de felicidade: a variedade.

Em um estudo conduzido antes da pandemia do novo coronavírus alastrar o mundo, os cientistas monitoraram participantes em Nova York e Miami usando o GPS por três ou quatro meses e enviavam perguntas sobre como eles estavam se sentindo via mensagens de texto.

Os resultados mostraram que há uma conexão entre as emoções das pessoas e os ambientes físicos onde elas estão.

Quanto mais lugares eram visitados durante o dia, mais elas tendiam a sentir felicidade, alegria, relaxamento, força e atenção --- sentimentos que aumentavam conforme mais tempo era gasto nesses locais.

Mas como manter a variedade em ambientes se estamos confinados dentro de casa?

Para os pesquisadores, a resposta é bastante simples: qualquer tipo de variação no ambiente já ajuda --- às vezes trabalhar na sala em vez de trabalhar no quarto pode ser bom o suficiente para te deixar mais feliz durante o distanciamento social.

Vale também usar aplicativos de exercício para se manter ativo apesar da quarentena, cozinhar novos alimentos e tentar inverter, de alguma forma, a sua rotina.

Quem diria que o segredo para ser feliz poderia ser tão simples?