Obesos devem ficar mais tempo de quarentena por coronavírus, diz estudo

Pessoas sedentárias também devem pensar em aumentar o isolamento social, apesar do peso
Coronavírus: obesos devem dobrar tempo de quarentena, segundo estudo (Getty Images/Chris Clor)
Coronavírus: obesos devem dobrar tempo de quarentena, segundo estudo (Getty Images/Chris Clor)
Por Tamires VitorioPublicado em 11/05/2020 16:36 | Última atualização em 11/05/2020 17:18Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Um novo estudo conduzido por pesquisadores italianos indica que pessoas obesas precisam ficar mais tempo de quarentena por causa do coronavírus.

Segundo o estudo, feito com base em análises prévias sobre o vírus influenza (da gripe), obesos têm mais susceptibilidade a infecções como a covid-19 e podem ser contagiosos por mais tempo, e, portanto, devem dobrar o tempo de isolamento social para 28 dias até uma vacina ser criada.

Três razões levam os cientistas a defender a tese. A primeira delas é que, de acordo com estudos antigos, esses indivíduos tendem a carregar o vírus por mais tempo.

A segunda razão é que pessoas obesas demoram mais para produzir níveis suficientes de respostas celulares imunes para lutar contra infecções virais, o que permite que elas se multipliquem mais rápido no corpo.

O último motivo é que a massa corporal se correlaciona com o vírus na respiração e pode causar o contágio pela saliva.

Sedentários

Pessoas sedentárias também devem pensar em aumentar o isolamento social, apesar do peso.

"A atividade física reduzida prejudica a resposta imunológica contra agentes microbiais", explica o estudo.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus