• AALR3 R$ 20,30 0.79
  • AAPL34 R$ 67,36 -2.11
  • ABCB4 R$ 16,65 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,13 0.36
  • AERI3 R$ 3,61 -6.72
  • AESB3 R$ 10,62 -3.19
  • AGRO3 R$ 31,11 0.68
  • ALPA4 R$ 20,83 0.34
  • ALSO3 R$ 19,01 -2.36
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,30 -2.79
  • AMER3 R$ 22,88 -4.94
  • AMZO34 R$ 63,77 -2.64
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,80 0.36
  • ASAI3 R$ 15,90 0.19
  • AZUL4 R$ 20,69 -5.78
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,80 -0.43
  • AALR3 R$ 20,30 0.79
  • AAPL34 R$ 67,36 -2.11
  • ABCB4 R$ 16,65 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,13 0.36
  • AERI3 R$ 3,61 -6.72
  • AESB3 R$ 10,62 -3.19
  • AGRO3 R$ 31,11 0.68
  • ALPA4 R$ 20,83 0.34
  • ALSO3 R$ 19,01 -2.36
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,30 -2.79
  • AMER3 R$ 22,88 -4.94
  • AMZO34 R$ 63,77 -2.64
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,80 0.36
  • ASAI3 R$ 15,90 0.19
  • AZUL4 R$ 20,69 -5.78
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,80 -0.43
Abra sua conta no BTG

O que é afasia; entenda a condição que acomete o ator Bruce Willis

Doença da qual sofre o astro de "Duro de Matar" afeta, entre outras coisas, a capacidade de falar e se expressar verbalmente
Bruce Willis: aposentadoria para tratar doença neurológica aos 67 anos (Getty Images/VCG/VCG)
Bruce Willis: aposentadoria para tratar doença neurológica aos 67 anos (Getty Images/VCG/VCG)
Por André LopesPublicado em 30/03/2022 14:41 | Última atualização em 30/03/2022 19:22Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A família do ator americano Bruce Willis anunciou nesta quarta-feira, 30, que o astro de filmes de ação, de 67 anos, está deixando a carreira para se tratar de afasia, uma doença neurológica que afeta a capacidade de se comunicar verbalmente e entender a fala de outras pessoas, chegando, por vezes, a afetar a leitura e escrita do enfermo.

Sem dar detalhes sobre qual é o estado atual do ator, e nem quais as dificuldades tem enfrentado com a doença, a família se ateve em comunicar que ele segue saudável e ativo.

"Aos incríveis apoiadores de Bruce, como família queremos compartilhar que nosso amado Bruce está passando por problemas de saúde e foi diagnosticado  recentemente com afasia, que está impactando suas habilidades cognitivas", diz o comunicado.

"Como resultado disso, e após muita análise, Bruce está saindo da carreira que significou tanto para ele", informa a família.

O que é afasia?

A doença costuma surgir após lesões cerebrais como os acidentes vasculares cerebrais (AVC) que, geralmente, acometem o lado esquerdo do cérebro (hemisfério esquerdo). Nessa área, mais precisamente nas regiões frontais e temporais à esquerda, ficam as redes neurais, que possibilitam as funções cerebrais da linguagem.

Contudo, a doença nem sempre surge de forma abrupta, podendo ser gestada lentamente quando relacionadas a tumores cerebrais ou doenças degenerativas, como alguns tipos de demências (Demência Frontotemporal ou na Doença de Alzheimer).

Outras causas de lesões cerebrais que podem levar às afasias são: abscessos cerebrais, traumas de crânio, esclerose múltipla etc. O tamanho da lesão cerebral e o tipo de doença de base determinam o grau de deficiência da linguagem.

Quais são os sintomas de afasia?

Os sintomas se apresentam, sobretudo, na fala. O enfermo começa a apresentar uma comunicação verbal de frases curtas ou incompletas, tentativas de comunicação que não fazem sentido, troca uma palavra por outra ou troca fonemas por outros fonemas.

Por vezes, demonstrará não entender sobre o que é falado a ele, ou dará uma resposta ou tomará uma atitude não condizente com o contexto da interação.

Como identificar a afasia?

O diagnóstico clínico é feito a partir da constatação dos sinais e sintomas, junto de um diagnóstico topográfico, que define onde está a lesão no cérebro e o diagnóstico etiológico, que é a causa ou doença que levou à afasia. Para tal, são usados exames de tomografia computadorizada e a ressonância magnética.

O tratamento

Ao apresentar os sintomas, deve-se procurar rapidamente um médico, pois a causa pode ser um acidente vascular cerebral (AVC) em andamento. Os AVCs, quando tratados de forma precoce, conseguem poupar o paciente de sequelas.

Além disso, o tratamento para a afasia é feito com programas de reabilitação de linguagem que tem como seu principal pilar a fonoterapia. A terapia envolve a prática de habilidades linguísticas e pode ensinar os pacientes a suprir deficiências verbais. Frequentemente os familiares são incluídos no processo de reabilitação, ajudando com a comunicação dos pacientes.