Mistério da estrela gigante 'piscando' na Via Láctea é solucionado

O astro gerou estranhamento ao ser visto diminuindo seu brilho em 97% e depois voltando ao normal

Na semana passada, astrônomos avistaram uma estrela gigante, 100 vezes o tamanho do Sol, perdendo seu brilho quase totalmente perto do coração da Via Láctea, que fica a mais de 25.000 anos-luz de distância da Terra. Desde então, diversos estudos apontaram possíveis explicações para o que se deu no astro que foi chamado de VVV-WIT-08, mas uma nova pesquisa, publicada nesta quarta-feira,16, na revista Nature, traz a solução para o mistério.

Com o uso de um dos telescópios mais avançados do mundo, o Very Large Telescope (VLT), no Chile, astrônomos descobriram que uma enorme nuvem de poeira, localizada entre a Terra e a estrela, pode estar por trás do 'apagamento' dela.

Segundo os autores, um tempo antes de escurecer, a estrela ejetou uma grande bolha de gás que se afastou dela; em seguida, uma parte de sua superfície esfriou e a diminuição de temperatura fez o gás se condensar em poeira estelar.

"A área fria na superfície já faria a estrela parecer apagada. Mas aí essa condensação da poeira contribuiu para a acelerada perda de brilho dela." A comoção cientifica pelo fenômeno se deu porque eles ocorreu de repente e em tempo real.

  • Quer saber tudo sobre as descobertas mais recentes? Assine a EXAME e fique por dentro.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também