Meteorito que caiu na Rússia causou danos de US$ 30 milhões

Cerca de mil pessoas ficaram feridas, principalmente devido à quebra de vidraças que ocorreu após a queda do corpo celeste

	Rastro de meteorito sobre prédio na região dos Montes Urais, na Rússia: o meteorito caiu a 80 quilômetros da cidade de Satka
 (OOO Spetszakaz/Reuters)
Rastro de meteorito sobre prédio na região dos Montes Urais, na Rússia: o meteorito caiu a 80 quilômetros da cidade de Satka (OOO Spetszakaz/Reuters)
D
Da RedaçãoPublicado em 16/02/2013 às 08:19.

Moscou - As autoridades da região de Chelyabinsk, nos Montes Urais, calculam em mais de US$ 30 milhões os danos materiais causados pela queda do meteorito que nesta sexta-feira deixou cerca de 1 mil feridos.

"Ao redor de 100 mil proprietários de imóveis foram afetados. Os danos chegam a mais de 1 bilhão de rublos (US$ 30 milhões)", disse o governador da região, Mikhail Yurevich, em entrevista coletiva.

Yurevich acrescentou que 30% das janelas quebradas pela onda explosiva do meteorito já foram reparadas, e o restante será consertado durante a próxima semana.

O governador precisou que o edifício mais danificado foi o Palácio de Gelo A Rajada de Chelyabinsk, cuja armação e três vigas horizontais ficaram deformadas.

O meteorito caiu ontem a 80 quilômetros da cidade de Satka, no distrito de mesmo nome, por volta das 9h20 locais, mas a onda expansiva afetou várias regiões adjacentes e até a vizinha república asiática do Cazaquistão.

Até o momento, as autoridades locais informaram que 1 mil pessoas foram feridas, em sua maioria devido à ruptura de vidraças.