Medir raios cósmicos ajudaria a achar combustível nuclear

Cientistas apresentaram procedimento científico para localizar combustível nuclear por meio da observação do comportamento dos raios cósmicos

Tóquio - Cientistas japoneses apresentaram nesta quinta-feira um procedimento científico para localizar combustível nuclear por meio da observação do comportamento dos raios cósmicos, uma tecnologia que pode ser útil no desmantelamento da usina nuclear de Fukushima.

Os raios cósmicos são fluxos de partículas provenientes diretamente do espaço sideral.

Os pesquisadores do laboratório KEK, da Universidade de Tsukuba e da Universidade Metropolitana de Tóquio, interessaram-se em partículas de alta energia e carga negativa conhecidas como múons.

Estes múons, da família dos elétrons, não são fáceis de parar e atravessam livremente diferentes tipos de materiais, mas também podem ser absorvidos por substâncias de elevada densidade, tais como o combustível nuclear.

Foi assim que os pesquisadores detectaram os locais onde os múons ficaram bloqueados para produzir uma imagem da presença do combustível nuclear em reatores, explicou à AFP um dos pesquisadores da KEK, Fumihiko Takasaki.

Segundo ele, essa tecnologia poderia ajudar a companhia Tokyo Electric Power (Tepco) para localizar material constituído de elementos fundidos no centro dos reatores nucleares no complexo atômico de Fukushima Daiichi, devastado pelo tsunami de 11 de março de 2011.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.