Mais barato, novo teste acelera diagnóstico de covid-19

Criado pela Neoprospecta, o método custa um quinto do preço de testes para o novo coronavírus e pode ser 16 vezes mais veloz

Um novo método de testes para a covid-19 pode acelerar diagnósticos e ajudar a estados e empresas a testar um grande número de pessoas em pouco tempo e com custo menor que dos testes individuais. Criado pela companhia catarinense de biotecnologia Neoprospecta, o método permite testar 16 amostras de uma só vez.

Funciona assim: são coletadas duas amostras de cada pessoa. Uma é testada em conjunto e, se detectada a presença do novo coronavírus, uma análise mais aprofundada é realizada na amostra que indicou a infecção pelo vírus, de modo a evitar falso positivo.

O teste acusa a presença do coronavírus mesmo em pacientes que ainda não desenvolveram anticorpos para combatê-lo. Segundo a empresa, os testes para covid-19 podem ser feitos 16 vezes mais rápido e com custo de 50 reais por pessoa, um quinto do custo de outros testes.

Com o método, a Neoprospecta recomenda que as empresas ou estados que reabram realizem testes de forma periódica para rapidamente pedir o isolamento do indivíduo infectado pela doença contagiosa.

“A identificação do vírus precisa ser rápida, relativamente barata e atuar na cadeira de pacientes infectados que são assintomáticos. Isso ajuda a reduzir a transmissão do coronavírus entre pessoas. Todos os países que controlaram a pandemia testaram em larga escala a população. Nosso teste consegue detectar pessoas que tenham carga viral baixa, comum em pacientes assintomáticos”, afirma Luiz Fernando Oliveira, presidente da Neoprospecta, em entrevista à exame. Com o Brasil entre os países com mais casos de covid-19 no mundo, a Neoprospecta manterá o foco dos seus novos testes no mercado nacional.

A empresa de biotecnologia foi uma das 11 selecionadas, entre mais de mil propostas, no “Desafio Vale Covid-19”, promovido pela mineradora junto ao Hospital Israelita Albert Einstein e a Rede Mater Dei de Saúde, para encontrar soluções para a doença causada pelo novo coronavírus.

Marcos Calderon, da equipe de inovação aberta da Vale, afirma que o interesse na solução da Neoprospecta se deu devido à capacidade massiva de testar pessoas para a covid-19.

“A Vale tem um pilar estratégico de projetos sociais. O desafio covid-19 surgiu com base nisso. Decidimos ativar o ecossistema de inovação do Brasil e do Canadá para encontrarmos soluções que podem ajudar a gente a acelerar a solução para a crise da covid-19. A Vale disponibilizou 1 milhão de dólares para as soluções vencedoras. Com isso, teremos a doação de 1.750 testes, o que se converte em 28 mil pessoas testadas. Com esse teste, podemos chegar a 600.000 pessoas testadas no Brasil em dois meses”, diz Calderon, em entrevista à exame. Serão doados kits de testes para as cidades de Florianópolis, Joinville e Fortaleza.

Últimas notícias sobre o novo coronavirus

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE