Lançamento do foguete Artemis 1 poderá atrair até 400.000 pessoas na Flórida

O Centro Espacial Kennedy, de onde o Artemis 1 irá decolar, estará fechado ao público, mas os espectadores poderão ver o foguete ascender das praias próximas
O lançamento, inicialmente previsto para segunda-feira, foi cancelado de última hora devido a problemas técnicos (Joel Kowsky/NASA/Getty Images)
O lançamento, inicialmente previsto para segunda-feira, foi cancelado de última hora devido a problemas técnicos (Joel Kowsky/NASA/Getty Images)
A
AFPPublicado em 02/09/2022 às 19:40.

Os amantes do espaço se reúnem na Flórida na esperança de assistir ao lançamento do novo foguete da Nasa à Lua, marcado para as 14h17 (15h17 de Brasília) de sábado, como parte da missão Artemis 1 do foguete SLS, o mais poderoso do mundo.

O Centro Espacial Kennedy, de onde o Artemis 1 irá decolar, estará fechado ao público, mas os espectadores poderão ver o foguete ascender das praias próximas.

"Eu lembro de alguns pousos na Lua quando era muito jovem", durante o programa Apollo, lembrou Alberto Tirado, entrevistado pela AFP em Cocoa Beach nesta sexta-feira.

O lançamento, inicialmente previsto para segunda-feira, foi cancelado de última hora devido a problemas técnicos. As autoridades tinham previsto então uns 100.000 ou 200.000 espectadores.

O número de turistas que viajaram ainda não foi confirmado, mas poderia "dobrar" neste fim de semana, segundo Don Walker, responsável pelo condado de Brevard.

"Calculamos que haverá entre 200.000 e 400.000 pessoas para o lançamento", declarou.

O primeiro lançamento tripulado da SpaceX em 2020 atraiu cerca de 220.000 pessoas, em plena pandemia.

O fato de o lançamento ocorrer em um fim de semana prolongado devido ao feriado do Dia do Trabalho na segunda-feira, bem como seu caráter histórico, contribui para o sucesso de público, explicou Meagan Happel, do escritório de turismo da costa espacial da Flórida.

Os espectadores foram convidados a viajar cedo para evitar engarrafamentos, pois os hotéis próximos estão lotados há semanas e os lugares de estacionamento disponíveis serão escassos.

A missão Artemis 1 é um voo de teste não tripulado. A cápsula Orion, impulsionada pelo foguete, passará algumas semanas no espaço, aventurando-se até 64.000 km atrás da Lua, indo mais longe do que qualquer espaçonave tripulada até agora.

LEIA TAMBÉM:

NASA contrata SpaceX para mais cinco missões espaciais por US$ 1,4 bilhão

Artemis 1: Fizemos um manual para você entender a missão espacial de volta à Lua