Hoje é o dia mais triste do ano, segundo pesquisas

Isso acontece porque as pessoas costumam sentir culpa pelos gastos excessivos nas festas de Natal, pelo fim das férias e irritação com a meteorologia

Se você está desanimado ou triste nesta segunda-feira, 21, a ciência tem uma explicação: trata-se do Blue Monday (segunda-feira azul, em tradução livre), o dia mais triste do ano. A data foi estabelecida baseada no estudo do psicólogo Cliff Arnall, do País de Gales. Em 2005, ele criou uma equação que aponta que a terceira segunda-feira do ano é a mais triste.

Isso porque as pessoas costumam sentir culpa pelos gastos excessivos nas festas de Natal, assim como melancolia pelo fim das férias, falta de motivação e irritação com a meteorologia. O último fator tem mais a ver com o clima no hemisfério norte que, no começo do ano, é de inverno.

Estudos apontam que um inverno rigoroso realmente pode causar tristeza nas pessoas, por conta da falta de raios solares, o que diminui a produção de melatonina corporal e as deixa mais letárgicas.

Porém, pelo fato de a pesquisa de Arnall se basear em variáveis subjetivas, a comunidade científica rechaça a ideia de que se possa determinar o dia mais triste do ano. Apesar disso, a data já é levada a sério no Reino Unido e tem se espalhado pela Europa e outros continentes.

No ano passado, usuários do Twitter aproveitaram a data para animar as pessoas e enviar abraços virtuais. Empresas usaram a oportunidade para vender seus produtos, uma vez que uma versão para a data é que ela teria sido criada por uma agência de viagens com o objetivo de vender mais pacotes turísticos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.