Grande Acelerador de Partículas é desligado para manutenção

O LHC ficará dois anos fora de serviço

Genebra - O Grande Acelerador de Partículas (LHC, na sigla em inglês) do Centro Europeu de Física de Partículas (CERN), que foi decisivo para a compreensão da origem e dos fundamentos do Universo, entrou nesta quinta-feira em um longo período de manutenção que o manterá dois anos fora de serviço.

A equipe que comanda o LHC confirmou hoje que foram extraídos os últimos feixes de prótons do anel do acelerador, localizado em um túnel circular de 27 quilômetros de circunferência construído entre 50 e 175 metros abaixo da superfície na fronteira entre Suíça e França.

O acelerador foi projetado para provocar colisões de feixes de prótons ou íons pesados lançados em sentidos opostos, gerando intensidades de energia sem precedentes.

Este experimento levou à descoberta de uma nova partícula que seria o chamado "Bóson de Higgs", ou "partícula de Deus" - o grande elemento que falta na teoria que sustenta a física moderna. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também