EUA quer vacinar 100 milhões de pessoas nos próximos 100 dias

Moncef Slaoui, um dos principais cientistas dos EUA, afirmou que mais de 100 milhões de americanos serão vacinados até fevereiro

Os planos americanos de vacinação em massa são bastante ambiciosos: vacinar 100 milhões de americanos nos próximos 100 dias. A declaração foi concedida hoje por Moncef Slaoui, principal cientista à frente da Operação Warp Speed — iniciativa público-privada dos Estados Unidos para acelerar o desenvolvimento e a distribuição de medicamentos e vacinas contra a covid-19.

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor

Em pronunciamento público feito na Casa Branca, ele afirmou que o cronogama será o seguinte: 20 milhões de americanos devem ser imunizados em dezembro, 30 milhões em janeiro e 50 milhões em fevereiro.

A previsão está baseada em uma oferta antecipada das vacinas da Pfizer e da Moderna, de acordo com informações do Business Insider. Nenhuma das duas foi aprovada ainda pelo Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês, órgão que equivale à Anvisa).

No Brasil

No país, a versão preliminar do Plano Nacional de Imunização mostra que a vacinação será realizada em quatro fases , começando pela população idosa e indígena. Contudo, o comunicado emitido pelo Ministério da Saúde não prevê qualquer data para o início da vacinação.

O país ainda não tem a aprovação de nenhuma vacina. Atualmente, existem quatro vacinas nessa fase final de testagem, desenvolvidas pelas seguintes empresas: AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford; Pfizer, em parceria com a BioNTech; Johnson & Johnson, por meio da subsidiária Janssen, e a Coronavac, do laboratório Sinovac.

Hoje, a Anvisa definiu os principais requisitos para realizar a aprovação emergencial de uma delas, ressaltando que estudos clínicos e não clínicos serão avaliados, além de outras evidências científicas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.