É difícil respirar durante exercício? Culpa não é da máscara, diz estudo

Os estudos não mostram diminuição do desempenho em atividades físicas nem a redução da capacidade pulmonar devido ao uso de máscara contra a covid-19

Se você sente dificuldade de respirar durante uma atividade física, como uma corrida ou uma volta de bicicleta, a culpa não é da máscara contra o novo coronavírus. É o que sugere um novo estudo de revisão publicado na última semana sobre o uso de máscaras durante exercícios físicos. A análise concluiu que não existem evidências sobre a redução da capacidade pulmonar durante uma atividade de alta intensidade. Em vez disso, o que acontece é um aumento da percepção de dificuldade para respirar.

Publicado no periódico científico Annals of the American Thoracic Society, o estudo considerou o uso de diferentes tipos de máscaras, como a N95, considerada a mais segura, a cirúrgica e a de tecido. Vale notar, entretanto, que pessoas com doenças cardiopulmonares podem ter mais falta de ar ao usar a máscara do que as pessoas saudáveis, dependendo de caso.

Em todos os estudos relevantes publicados até o momento sobre o uso de máscaras, foi constatado o menor risco de infecção pelo novo coronavírus quando todos de um mesmo ambiente estão usando máscaras protetoras.

Em outro estudo publicado neste mês, pesquisadores analisaram dados de14 homens e mulheres que usaram máscaras com duas ou três camadas de proteção ou máscara cirúrgica descartável durante uma atividade física. A conclusão foi que não houve diferença significativa em termos piscológicos ligados ao desempenho da atividade, embora tenha sido constatado um mínimo impacto na oxigenação muscular e sanguínea.

Com as academias musculação entre os ambientes mais propícios para o contágio do novo coronavírus, especialistas indicam que a atividade física deve ser praticada ao ar livre e sempre de máscara.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.