Cientistas descobrem gene das dores crônicas

Descoberta abre caminho para o desenvolvimento de tratamentos mais eficazes

São Paulo - Cientistas descobriram o gene responsável pelas dores crônicas, feito que pode levar ao desenvolvimento de tratamentos mais eficazes.

Em parceria, pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e da Universidade de Cadiz, na Espanha, mapearam o gene HCN2, responsável pela produção de uma proteína que causa dores crônicas.

Se forem capazes de produzir uma droga que iniba a produção da proteína pelo gene, os cientistas podem ajudar a tratar pacientes que antes não podiam ser ajudados pela medicina tradicional.

Somente nos Estados Unidos, mais de 56 milhões de pessoas sofrem de dores crônicas – segundo a definição médica, dores que duram mais de 12 semanas ou persistem após a causa inicial ter desaparecido.

O HCN2 não era um gene exatamente desconhecido, mas sua função exata só foi descoberta agora.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também