Cientistas de Ohio identificam duas novas variantes do coronavírus nos EUA

Segundo os cientistas, as mutações são semelhantes àquela identificada no Reino Unido e têm potencial de tornar o sars-cov-2 mais contagioso

Pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, afirmaram nesta quarta-feira, 13, que descobriram duas novas variantes do coronavírus no país entre dezembro e janeiro. Segundo os cientistas, as mutações são semelhantes àquela identificada no Reino Unido e têm potencial de tornar o sars-cov-2 mais contagioso, embora as evidências indiquem que não tenha efeito sobre a eficácia das vacinas.

A pandemia mexeu com a economia e os negócios no mundo todo. Venha aprender com quem conhece na EXAME Research

Os estudos ainda estão sob revisão de pares e não foram publicados em revista médica.

O cientista-chefe do Centro Médico Wexner do Estado de Ohio, Peter Mohler, ressalta que é importante não “exagerar” na reação às descobertas. “Ainda precisamos entender o impacto dessas mutações no vírus, a prevalência delas sobre a população e se elas têm impacto mais significativas na saúde humana”, explica.

Tudo sobre o coronavírus:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.