A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Ações da GoPro caem após empresa ser apontada como causa das lesões cerebrais de Schumacher

Segundo o jornalista francês Jean-Louis Moncet, do Canal+, a câmera que estava no capacete do alemão foi a responsável pelo agravamento da situação

A real causa das graves lesões cerebrais sofridas por Michael Schumacher em dezembro passado ainda é motivo de especulações e controvérsias.

Quase 10 meses depois do acidente sofrido pelo ex-piloto alemão, uma nova versão foi trazida à tona. Segundo o jornalista francês Jean-Louis Moncet, do Canal+, a câmera que estava no capacete do alemão foi a responsável pelo agravamento da situação.

"A lesão de Michael não foi causada por qualquer golpe em uma pedra, mas pela câmera GoPro. O problema de Michael não foi exatamente o acidente, mas a câmera GoPro que ele tinha na sua cabeça, que feriu o seu cérebro", disse Moncet à Rádio Europe 1, ressaltando que o problema estava ligado ao posicionamento da câmera.

Michael Schumacher teve graves lesões na cabeça no acidente que sofreu nos Alpes franceses, na estação de esqui de Meribel. Na ocasião, seu capacete ficou rachado por causa do forte impacto sofrido na queda. Com o alemão em estado grave, os médicos optaram por colocá-lo em coma induzido para que seu cérebro pudesse repousar e a inflamação e o inchaço no local fossem reduzidos.

O heptacampeão também foi operado para eliminação de coágulos, mas alguns estavam muito profundos. Por isso, ainda é uma incógnita sua situação neurológica. Michael Schumacher deixou o hospital no começo de setembro, após 254 dias internado.

AÇÕES - As declarações de Moncet causaram forte queda nas ações da fabricante de câmeras GoPro. Nesta segunda-feira, elas despencavam 9,5% na bolsa norte-americana Nasdaq. A empresa está no mercado de ações desde junho e levantou US$ 427 milhões em sua oferta inicial pública de ações.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também