Botar ovos pode ter levado dinossauros à extinção

Extinção dos grandes répteis, há 65 milhões de anos, pode ter acontecido por uma desvantagem adaptativa causada pela oviparidade

Um estudo publicado nesta quarta-feira na revista Biology Letters traz novos argumentos para explicar por que os mamíferos sobreviveram aos fenômenos que deram fim ao período Cretáceo (de 145 a 65,5 milhões de anos atrás), e os dinossauros foram extintos. Os pesquisadores da Universidade de Zurique, na Suíça, acreditam que uma das principais causas da extinção dos grandes répteis é o fato de serem ovíparos.

Segundo o estudo, os filhotes de dinossauros nasciam muito pequenos, justamente por serem ovíparos. O crescimento desses animais era limitado pela estrutura do ovo, que tem restrições de tamanho - a casca precisa ser fina o bastante para permitir que o oxigênio chegue até o embrião em desenvolvimento.

O tamanho reduzido desses filhotes provocava desvantagem na competição por alimentos. Alguns nasciam pesando entre dois e dez quilos e chegavam a alcançar entre 30 e 50 toneladas na idade adulta. "Durante o crescimento, os jovens dinossauros tinham que competir por comida com adultos de outros grupos animais e de tamanhos diferentes", diz o cientista Marcus Clauss, da Universidade de Zurique.

Nessas condições, o estudo mostrou que os animais vivíparos tinham vantagem sobre os ovíparos. Com exceção do ornitorrinco, o restante dos mamíferos é vivíparo. Os cientistas consideram essa característica como um dos fatores que contribuíram para que esses animais sobrevivessem aos fenômenos que devastaram a Terra. Como os embriões são desenvolvidos dentro do corpo da mãe, não sofrem da mesma limitação de espaço para crescimento que os dinossauros. Clauss mostra outra vantagem dos mamíferos.

"Além dos filhotes não nascerem tão pequenos, se comparados aos dinossauros, eles não precisavam competir por comida com outras espécies, já que eram amamentados por suas mães."

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.