Bebê com covid-19 apresenta carga viral 51 mil vezes maior do que a normal

Nova cepa do coronavírus pode ser a responsável pela taxa elevada de carga viral encontrada em um bebê diagnosticado com a doença nos EUA

Testes realizados com um bebê nos Estados Unidos estão preocupando cientistas. O receio é de que uma nova variante do coronavírus tenha sido a responsável pelo bebê que testou positivo para o vírus Sars-CoV-2 apresentar carga viral 51.418 vezes maior do que qualquer paciente de idade semelhante e também infectado com covid-19.

O caso ocorreu em setembro do ano passado, quando o bebê recebeu o tratamento contra o novo coronavírus no Children’s National Hospital, em Washington. A partir do sequenciamento do genoma do vírus do recém-nascido, os médicos puderam obter os resultados que mostraram uma anormalidade na carga viral.

Apesar do número altíssimo, ainda não está claro se a nova variante é mais infecciosa ou perigosa do que outras já analisadas. Os cientistas dizem também que não há certeza de que a variante, que tem um tipo diferente de estrutura de proteína, é a responsável pelo número elevado na taxa da carga viral.

"Pode ser uma coincidência completa", disse Roberta DeBiasi, chefe de doenças infecciosas do Hospital Nacional da Criança, ao Washington Post. "Mas a associação é muito forte. Se você ver um paciente que tem exponencialmente mais vírus e é uma variante completamente diferente, provavelmente está relacionado."

O que se sabe é que já foram registrados ao menos oito casos desta variante nos Estados Unidos, de acordo um estudo científico que ainda precisa ser revisado e que avalia os efeitos das variantes do coronavírus em crianças e adolescentes.

Vale lembrar que crianças têm uma probabilidade menor de apresentarem casos graves da covid-19. Ainda assim, houve um aumento “dramático” no número de casos pediátricos de coronavírus nos Estados Unidos, de acordo com dados da Academia Americana de Pediatria e a Associação de Hospital Infantil.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.