• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

Astronauta americana bate recorde feminino de permanência no espaço

Christina Koch, que iniciou uma missão espacial no dia 14 de março de 2019, retornou hoje para a Terra e bateu recorde de Peggy Whitson
Christina Koch: a astronauta americana ficou 328 dias no espaço e bateu recorde (Reprodução/Robert Markowitz)
Christina Koch: a astronauta americana ficou 328 dias no espaço e bateu recorde (Reprodução/Robert Markowitz)
Por Maria Eduarda CuryPublicado em 06/02/2020 16:15 | Última atualização em 06/02/2020 16:15Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - A astronauta americana Christina Koch acaba de quebrar o recorde feminino de permanência no espaço. Depois de uma missão de 328 dias, a astronauta retornou à Terra nesta quinta-feira (6), pousando no Cazaquistão às 4h12 a bordo da espaçonave russa Soyuz MS-13.

A engenheira formada pela Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, estava desde o dia 14 de março de 2019 na Estação Espacial Internacional, ISS, da agência espacial norte-americana Nasa. Superando o recorde da astronauta Peggy Whitson, que havia ficado no espaço por 289 dias, em 2017. Com isso, a americana de 41 anos entra para a história como a mulher que permaneceu mais tempo no espaço.

Em seu Twitter, Koch comentou que o que mais sentirá falta dos dias no espaço é da beleza da Terra vista de fora.

Em dezembro, no dia em que Christina Koch quebrou o recorde de Peggy Whitson, Koch relatou à emissora americana CNN que a sua missão é de bastante importância para a ciência: "Vemos outro aspecto de como o corpo humano é afetado pela microgravidade a longo prazo, e isso é algo realmente importante para o avanço de nossa futura missão à Lua e Marte", disse.

Em 2019, outro recorde foi quebrado por Koch: ela e sua colega de trabalho Jessica Meir realizaram a primeira caminhada espacial completamente feminina, com duração de mais de 7 horas.