A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Alienígenas podem ter visto a Terra de mais de 1.700 estrelas, diz estudo

Equipe de cientistas estimou quantos sistemas exoplanetários já podem ter visto o planeta Terra cruzando na frente do Sol

Nos últimos 5.000 anos, mais de 1.700 estrelas próximas (e, possivelmente, alienígenas) poderiam ter visto a Terra e potencialmente detectado vida aqui, de acordo com novo estudo publicado na revista científica Nature.

Na busca por exoplanetas, ou seja, planetas que orbitam uma estrela que não seja o Sol, os astrônomos procuram por outros planetas que transitam ou cruzam na frente de suas estrelas.

A autora principal do estudo, Lisa Kaltenegger, astrofísica e diretora do Instituto Carl Sagan, ficou curiosa para ver o contrário e descobrir quais estrelas poderiam ver a Terra. Ela e sua equipe identificaram mais de 1.000 estrelas próximas que conseguem ver o mundo cruzar na frente do Sol.

Como as estrelas não são imóveis, Kaltenegger foi um passo além para determinar quantas estrelas já viram ou irão ver a Terra um dia. "Um ponto de vista não é para sempre”, disse a astrofísica.

Por isso, a equipe de Kaltenegger analisou o banco de dados Gaia da Agência Espacial Europeia, que inclui um mapa das posições e movimentos de mais de 331.000 estrelas a cerca de 325 anos-luz do Sol.

Assim, os pesquisadores identificaram 1.715 estrelas que podem ter detectado o movimento da Terra desde cerca de 5.000 anos atrás. Outros 319 devem entrar nesta "zona de trânsito da Terra" nos próximos 5.000 anos.

Além disso, os cientistas descobriram que 75 se situam a 100 anos-luz da Terra, o que significa que ondas de rádio feitas pelo homem cerca de um século atrás teriam atingido as estrelas. Dos 75, a equipe estimou que 29 deles devem possuir planetas rochosos em suas zonas habitáveis.

Futuros exoplanetas que terão vista da Terra

"Quem sabe se a vida evoluiu lá também e tem um nível de tecnologia semelhante ao que temos. Esses observadores alienígenas poderiam ter localizado ou irão detectar vida em nosso próprio mundo", disse Kaltenegger. "Se alguém já nos encontrou, eu me pergunto o que eles pensam de nós?"

Sete das 2.034 estrelas têm seus exoplanetas que um dia terão a chance de ver a Terra. Três dos 7 sistemas exoplanetários - K2-65, K2-155 e K2-240 - já conseguem ver o planeta agora.

Outros 3 sistemas exoplanetários - a estrela de Teegarden, GJ 9066 e Trappist-1 - serão capazes de localizar a Terra nas próximas décadas e séculos. Além disso, eles estarão próximos o suficiente para detectar nossas ondas de rádio.

A mais interessante delas é o sistema Trappist-1, que fica a cerca de 45 anos-luz daqui e é lar de 7 planetas do tamanho da Terra. O exoplaneta só entrará na zona de trânsito daqui 1.642 anos, mas permanecerá por 2.371.

No futuro, o Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) da Nasa irá procurar exoplanetas em torno das 2.034 estrelas que os pesquisadores identificaram.

  • Quer saber tudo sobre pesquisas científicas? Assine a EXAME e fique por dentro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também