Alienígenas podem já conhecer a existência de humanos, aponta estudo

Mais de mil estrelas foram descobertas por cientistas. Já dizia Carl Sagan: "em algum lugar, algo incrível está esperando para ser descoberto"

Astronômos identificaram a existência de cerca de 1.004 estrelas parecidas com o Sol que, além de existir a possibilidade de terem planetas parecidos com a Terra em suas órbitas, podem ter uma população alienígena capaz de detectar sinais de vida em nosso planeta — mesmo se os humanos não os conhecerem, eles podem conhecer a espécie humana. Quer trabalhar na área de tecnologia? Aprenda do zero a programar com nosso curso de data science e python.

De acordo com o estudo, da perspectiva desses exoplanetas, a Terra passa na frente do Sol toda vez que está fazendo a sua órbita. De lá, os alienígenas devem enxergar pequenos pontos de luz, seguindo o mesmo metódo que os astronômos terrestres usam para identificar outros planetas.

 (EXAME Academy/Exame)

A descoberta de novos planetas acontece quando um cientista mede como a luz de uma estrela muda uma vez que um planeta transitando passa em frente à ela, de forma que eles conseguem identificar o tamanho do exoplaneta e até mesmo a composição de sua atmosfera. A lógica apresentada pelos pesquisadores é que, em outros planetas, uma lógica parecida também deve ser seguida. Da perspectiva dos mil exoplanetas, eles conseguem enxergar sinais de vida na Terra, como a presença de óxido nitroso, gás que dificilmente aparece sem a presença de processos biológicos.

Para os pesquisadores, o estudo tem o objetivo de ajudar a Terra a contactar outros planetas e descobrir se existe vida neles. “Se estamos procurando por vida inteligente no universo que pode nos achar e entrar em contato, criamos um mapa estelar para saber onde olhar primeiro”, afirmou Lisa Kaltenegger, coautora do estudo e diretora do Instituto Carl Sagan na Universidade de Cornell, em um comunicado.

Todas as estrelas estão a 326 anos-luz de distância da Terra e a possibilidade de elas enxergarem a vida humana pode indicar uma chance mais alta de comunicação entre as partes.

Para Joshua Pepper, coautor do estudo, “apenas uma pequena fração de exoplanetas ficará aleatoriamente alinhado com a nossa visão para que possamos vê-las transitar”. “Mas todas as mil estrelas que identificamos em nosso estudo na vizinhança solar pode ver a Terra transitando o Sol, o que certamente chamaria a atenção”, explicou Pepper.

É por isso que os cientistas criaram uma lista de todos os mais de mil planetas que visualizam um pequeno ponto azul e brilhante no céu toda vez que ele orbita a principal estrela do Sistema Solar. Já dizia Carl Sagan: “em algum lugar, algo incrível está esperando para ser descoberto” — basta esperar.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.