Adiantada, NASA explica por que o mundo não acabou

Agência lançou vídeo como se fosse dia 22 onde explica por quais motivos o mundo não acabou em 21 de dezembro

São Paulo - A NASA publicou um vídeo com antecedência sobre o fim do mundo. Durante um pouco mais de quatro minutos, a NASA narra como se fosse dia 22 de dezembro e explica por quais motivos o mundo não acabou em 21 de dezembro.

A NASA justifica os motivos pelos quais as supostas previsões maias de que a humanidade se extinguiria são falsas. Chamado de "Por que o mundo não acabou ontem", o vídeo parte da premissa de que, se o internauta vê o vídeo dia 22 de dezembro, significa que o planeta não foi destruído.

O vídeo diz que não existe nenhuma profecia que indique o fim do mundo nesse dia. Segundo a NASA, a crença no fim do mundo nessa data acontece por causa do calendário maia.

A NASA explica que o fim do calendário não significa que o mundo irá acabar. Apenas que uma nova contagem começará. O vídeo afirma que as ruínas da antiga civilização não têm informações sobre uma possível destruição do planeta.

A Agência Espacial Americana esclarece com riqueza de detalhes os motivos pelos quais a profecia não se concretizará. Além disso, o vídeo afirma que não há nenhum planeta, asteroide ou cometa que possa se chocar com a Terra.

Veja o vídeo da NASA abaixo:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também