'Yu-Gi-Oh!': Entenda como mangá criado por Kazuki Takahashi se tornou império de US$ 17 bilhões

Autor de 60 anos foi encontrado morto em praia no Japão
Yu-Gi-Oh: A saga principal do mangá foi publicada até 2004, e com o tempo a marca começou a ser mais associada ao jogo de cartaz (Daniel Knighton/Getty Images)
Yu-Gi-Oh: A saga principal do mangá foi publicada até 2004, e com o tempo a marca começou a ser mais associada ao jogo de cartaz (Daniel Knighton/Getty Images)
A
Agência O Globo

Publicado em 07/07/2022 às 13:40.

Última atualização em 07/07/2022 às 13:40.

O japonês Kazuki Takahashi, de 60 anos, que foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira em uma praia no Japão, deixou como legado o universo "Yu-Gi-Oh!", que nasceu como mangá e se transformou em um império avaliado em US$ 17,1 bilhão.

Nascido em 4 de outubro de 1961, Takahashi começou a desenhar mangás aos 21 anos, em 1982, mas chegou a classificar seus primeiros trabalhos como uma "vergonha total" em entrevista à revista Time For Kids, em 2002.

Em 1996, começa a publicar o mangá "Yu-Gi-Oh!" na revista Weekly Shonen Jump e começa a chamar a atenção do público. A trama acompanha Yugi Muto, um jovem menino que incorpora um espírito com a personalidade de um jogador e que resolve seus conflitos usando vários jogos místicos.

Em uma das edições do mangá, Takahashi introduziu o jogo "Magic and wizards", uma referência ao famoso jogo de cartas "Magic: The Gathering". O jogo fez tanto sucesso dentro do mangá que fãs começaram a mandar cartas para a revista. Com o passar o tempo, o "Magic and wizards" foi aparecendo cada vez mais nas histórias. Em 1999, a Konami lançou uma versão colecionável do jogo físico, com o nome "Yu-Gi-Oh! Trading Card Game", que se tornou um verdadeiro fenômeno de vendas. Três anos depois, o jogo foi lançado nos Estados Unidos.

A saga principal do mangá foi publicada até 2004, e com o tempo a marca começou a ser mais associada ao jogo de cartaz. Em 2009, em seu aniversário de 10 anos, o "Yu-Gi-Oh! Trading Card Game" entrou para o livro dos recordes Guinness como jogo de carta mais vendido da história, com 22 bilhões de cartas vendidas em todo mundo. A Konami estima que, até 2021, o número total de vendas de cartas chegue ao total de 35 bilhões de cartas.

A franquia "Yu-Gi-Oh!" também foi além do jogo de cartas. O mangá também desencadeou em livros, séries, filmes, videogames e outros mangás derivados.

O primeiro anime "Yu-Gi-Oh!" foi lançado em 1998 na TV Asahi e contou com 27 episódios. No ano seguinte, foi lançado o primeiro filme animado da franquia, que ficaram limitados ao público japonês.

Exibida entre 2000 e 2004, "Yu-Gi-Oh! Duel monsters" foi uma série de anime que contou com 224 episódios e ajudou na popularização da marca no mundo todo. A série foi seguida por inúmeras outras, com destaque para "Yu-Gi-Oh! GX" (2004-2008), com 180 episódios.

LEIA TAMBÉM: 

O drama da estrela do basquete americano presa na Rússia com vape de haxixe