WSL: Filipe Toledo é tetracampeão na etapa brasileira da Liga Mundial de Surfe

Paulista recebeu nota 10, levou a final contra estreante Samuel Pupo e se isolou ainda mais na classificação geral do campeonato
Com a vitória, Filipinho se isolou ainda mais na classificação geral (Agência Brasil/Reprodução)
Com a vitória, Filipinho se isolou ainda mais na classificação geral (Agência Brasil/Reprodução)
G
Gabriel Aguiar

Publicado em 28/06/2022 às 14:07.

Última atualização em 28/06/2022 às 14:55.

O paulista de Ubatuba Filipe Toledo, líder do ranking, faturou o tetracampeonato do Rio Pro, etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês), disputada na Praia de Itaúna, em Saquarema (RJ). Filipinho levou nota 10 durante a bateria final, valendo o título, contra o conterrêo Samuel Pupo, estreante na elite do surfe mundial, que chegou pela primeira vez a uma final na temporada. Filipinho totalizou 18.67 ante 10.73, de Pupo, também do litoral paulista, da cidade de São Sebastião.

Com o triunfo em Saquarema, Filipinho chegou aos 50.040 pontos, e se distanciou ainda mais na liderança da classificação geral. Na última etapa, em El Salvador, o paulista já havia assegurado presença no WSL Finals, em setembro, final do circuito mundial que reúne os cinco surfistas com maior pontuação na temporada.

Para chegar à final contra Pupo, Filipinho venceu a semi contra o Yago Dora, com nota 17.36 a 15.34. Pela primeira na etapa brasileira as semifinais reuniram quatro brasileiros. A outra disputa foi entre Pupo e o campeão olímpico Ítalo Ferreira. O surfista de São Sebastião (SP)  bateu o potiguar por 11.44 a 10.83.

A brasileira Tatiana Weston-Webb encerrou sua participação em terceiro lugar, ao perder a semifinal para a havaiana Carissa Moore, por 14.60 a 11.77.  Na sequência,  Moore se sagrou campeã em Saquarema após superar na final a compatriota Gabriela Bryan, por 12.67 a 9.67.