Vinhos sustentáveis? Concha y Toro traz ao Brasil três rótulos da linha Gran Reserva

A vinícola chilena apresenta um sauvignon blanc, um cabernet sauvignon e um carménère ao preço de 109 reais a garrafa, produzidos dentro de práticas sustentáveis
 (Concha y Toro/Divulgação)
(Concha y Toro/Divulgação)
I
Ivan Padilla

Publicado em 19/07/2022 às 15:01.

Última atualização em 19/07/2022 às 15:01.

Consumidores no geral estão cada vez mais atentos às práticas sustentáveis das empresas. Essa preocupação começa a chegar aos vinhedos, com o cuidado com a preservação da biodiversidade local, o manejo adequado do solo, o uso de materiais adequados na embalagem.

Dentro dessas premissas, a Concha y Toro acaba de lançar a linha Gran Reserva, de vinhos produzidos dentro de rigorosas práticas sustentáveis, concebidas para proteger a biodiversidade dos biomas chilenos.

São três rótulos, um branco e dois tintos (um sauvignon blanc, um cabernet sauvignon e um carménère), a um preço sugerido bastante acessível, 109 reais a garrafa.

Esta é a primeira linha da vinícola chilena na qual a origem de cada variedade está associada a diferentes bacias hidrográficas no Chile. Isso porque os rios trazem características especiais em termos de solo e clima ao agir como um corredor para as brisas marinha e andina, que resfriam os vinhedos e geram as condições necessárias para o cultivo da videira.

Descubra cinco rótulos perfeitos para o frio - e que partem de 39 reais

G.H. Mumm Grand Cordon Rosé, o novo champanhe feio para as festas de luxo

Os vinhedos mais adequados foram selecionados para essa produção. Em Palo Santo, com a denominação de origem (D.O.) Marchigüe, no vale de Colchagua, nasce o cabernet sauvignon; Peumo, na ribeira do Cachapoal, D.O. Peumo, no vale de Cachapoal, é o berço do carménère; e Ucúquer, na ribeira do rio Rapel, D.O. Litueche, no vale de Colchagua, dá origem ao sauvignon blanc.

Marcio Ramirez, nome forte na seleta família de enólogos da Concha Y Toro, está à frente dos rótulos tintos Gran Reserva, enquanto Max Weinlaub, outro destacado enólogo da companhia, é responsável pela elaboração do Gran Reserva sauvignon blanc.

O que são exatamente essas práticas sustentáveis seguidas pelas vinícolas em geral e neste caso específico pela Concha y Toro? Destacamos a seguir algumas dessas medidas.

Terroir protegido

Uvas provenientes de vinhedos cujo manejo está em linha com práticas sustentáveis, ou seja, protegem o terroir em que se encontram, com ênfase para a fauna e flora dos locais de origem.  Os três rótulos Gran Reserva são cultivados em vales com importantes bacias hidrográficas, fato que segundo a empresa endossa o compromisso da equipe enológica em proteger a biodiversidade e promover o desenvolvimento de práticas agrícolas mais sustentáveis e em harmonia com o ambiente natural.

Cuidado com a biodiversidade

Através do bom manejo das florestas nativas a Concha Y Toro se esforça em prevenir a erosão, que afeta negativamente a qualidade dos cursos d'água devido à sedimentação, ao mesmo tempo em que ajuda na regulação do consumo de água através da transferência de umidade nas bacias. Isso permite manter o equilíbrio natural da Bacia do Rio Rapel, proteger a mata nativa de Ucúquer e regenerar as condições naturais necessárias para transformar a bacia em uma reserva de biodiversidade.

O vinhedo Ucúquer, que dá origem ao sauvignon blanc, compreende 443 hectares plantados com vinhas e 487 hectares de florestas nativas – uma proporção de um para um de florestas protegidas para cada hectare de vinha plantada. Trata-se de um dos 35 hotspots de biodiversidade do mundo.

A superfície das matas nativas da Fazenda Ucúquer é equivalente a 7% do total protegido pelo governo nesta zona. 65% da flora  e 91% da fauna identificadas são espécies nativas do Chile.Tudo isso forma um bioma de riqueza e grandeza incontestável a ser protegido e preservado.

Certificados internacionais

Os vinhedos possuem certificações como o Forest Stewardship Council (FSC), o selo Green-e e o Código de Sustentabilidade Wines of Chile desde 2012, que reafirma o compromisso em elaborar vinhos cujas uvas e manejo do vinhedo estejam em linha com práticas sustentáveis.

Vinhedos contam com geração de 100% da eletricidade necessária para produzir os vinhos, provenientes de fontes renováveis através de energia solar e hídrica. Além disso, o rótulo feito com papel reciclado e a empresa vem reduzindo o emprego de vidro na garrafa. Existe um compromisso de reduzir a pegada de carbono em 50% até 2025 e  0% em 2030.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.