Valieva fica em 4º lugar nos Jogos de Inverno, compatriota russa leva ouro

Valieva testou positivo para um medicamento para o coração proibido para atletas após o campeonato nacional russo em 25 de dezembro
 (Eloisa Lopez/Reuters)
(Eloisa Lopez/Reuters)
Por ReutersPublicado em 17/02/2022 12:41 | Última atualização em 17/02/2022 12:41Tempo de Leitura: 2 min de leitura

 A adolescente russa Kamila Valieva surpreendeu o mundo da patinação artística ao ficar apenas em quarto lugar no evento individual feminino desta quinta-feira, garantindo que a cerimônia da medalha olímpica possa acontecer na Olimpíada de Inverno de Pequim.

Sua compatriota Anna Shcherbakova levou o ouro com uma pontuação total de 255,95. A também russa Alexandra Trusova ficou em segundo lugar com 251,73 e a japonesa Kaori Sakamoto terminou em terceiro com 233,13.

Valieva, de 15 anos, usando um vestido preto e vermelho brilhante, conseguiu fazer o salto quádruplo na abertura, mas vacilou após seu triplo Axel, o primeiro de uma série de tropeços na rotina ao som de "Bolero", de Maurice Ravel.

Ela jogou as mãos para frente em frustração depois de sua apresentação.

Nas arquibancadas, saudações e aplausos saudaram sua chegada ao gelo. Os torcedores gritaram seu nome após a falha.

Valieva testou positivo para um medicamento para o coração proibido para atletas após o campeonato nacional russo em 25 de dezembro, mas o resultado não foi revelado até 8 de fevereiro, um dia depois que ela ajudou o Comitê Olímpico Russo a vencer a competição por equipes nos Jogos de Pequim.

Valieva só foi liberada para competir no evento individual feminino pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) na segunda-feira.

Ela é uma das atletas mais jovens a ter um teste positivo de doping revelado nas Olimpíadas, levantando questões sobre o papel dos adultos ao seu redor e o flagelo contínuo do doping russo no esporte internacional. Também alimentou um debate sobre o aumento do limite de idade para a patinação artística.