Termina neste domingo (4) a exposição do coração de D. Pedro I

Órgão está exposto na Sala Santiago Dantas, no Itamaraty
Chegada do coração de Dom Pedro I chega ao país para as celebrações dos 200 anos da Independência. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Chegada do coração de Dom Pedro I chega ao país para as celebrações dos 200 anos da Independência. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A
Agência Brasil

Publicado em 03/09/2022 às 15:41.

Última atualização em 03/09/2022 às 15:42.

Termina neste domingo (4) a exposição Um coração ardoroso: vida e legado de D. Pedro I, no Palácio do Itamaraty, em Brasília. O evento faz parte das comemorações dos 200 anos da Independência do Brasil e permite que o público veja o coração de Dom Pedro I, que está conservado em uma cápsula de vidro.

Emprestado pelo governo português para ser exposto durante as comemorações, o órgão do primeiro imperador brasileiro foi trazido de Portugal a bordo de um jato executivo da Força Aérea Brasileira (FAB).

No Itamaraty, o coração está exposto na Sala Santiago Dantas, climatizada para servir de exposição e cripta. Os horários de visitação e as regras que devem ser seguidas pelo público podem ser acessadas no site do Itamaraty.