Casual

Revolução do Churrasco: como um varal pode mudar o seu churrasco

Fomos ao restaurante Varal 87, em São Paulo, para mostrar que uma defumação bem executada, até mesmo na sua casa, pode fazer toda a diferença no seu churrasco

Churrasco: veja como um varal pode mudar o defumado do seu churrasco.  (Foto/Exame)

Churrasco: veja como um varal pode mudar o defumado do seu churrasco. (Foto/Exame)

MD

Matheus Doliveira

Publicado em 7 de abril de 2022 às 19h00.

Última atualização em 7 de abril de 2022 às 19h08.

O assunto da Revolução do Churrasco dessa semana é defumação, processo que pode fazer toda a diferença no seu churrasco se for bem executado.

No novo episódio da série mais saborosa da EXAME, que vai ao ar todas às quintas-feiras, às 19h, o repórter Daniel Salles visita o restaurante especializado em defumação Varal 87.

Localizado no bairro de Moema, em São Paulo, a casa usa varais para defumar carnes e acompanhamentos como frutas e legumes. A fumaça é feita com lenha de eucalipto e as proteínas como costela, galeto e até mesmo linguiça são defumadas por até 12 horas antes de irem para a parrilla ou para o pit.

Para a EXAME, o chef da casa, Helder Justo, prepara brisket galeto e costela defumada de um jeito que você nunca viu. "O varal de defumação nasceu com a ideia de trazer as origens do churrasco brasileiro, do fogo de chão", explica. "Nossas costelas são defumadas nos nossos varais durante 12 horas, depois, são assadas lentamente por mais 12 horas, no forno", diz.

Segundo Justo, é possível fazer um varal de defumação até mesmo em casa. "Basta ter um cantinho para fazer fogo de chão e erguer um varal." Assista:

yt thumbnail

 

Acompanhe tudo sobre:Carnes e derivadosChurrascoGastronomiaReceitas culináriasRevolução do Churrasco

Mais de Casual

Do campo à xícara: saiba o caminho que o café percorre até chegar a sua mesa

Com sustentabilidade e legado, sempre teremos Paris

3,5 mil quartos e R$ 100 milhões em reformas: os planos da Meliá para o Brasil

Senna e filme sobre Fórmula 1: como o esporte tem se tornado tendência nos streamings e cinemas

Mais na Exame