Redenção da Coca-Cola: Bonucci bebe refrigerante para comemorar Eurocopa

Um mês atrás, um gesto oposto de Cristiano Ronaldo fez a Coca-Cola perder 4 bilhões de reais em valor de mercado

Depois do "chega pra lá" que o astro português Cristiano Ronaldo deu na Coca-Cola no dia 14 de junho, afastando as garrafas do refrigerante e dizendo que só é adepto da boa e velha água durante uma coletiva de imprensa, o zagueiro italiano Leonardo Bonucci promoveu nesta segunda-feira a "redenção" da marca americana.

Durante coletiva de imprensa em comemoração da Eurocopa, Bonucci, do Juventus, que marcou um dos gols da partida de ontem e também converteu um pênalti, abriu uma garrafa de Coca-Cola e deu um gole generoso. Não obstante, o jogador ainda abriu uma long neck da cerveja Heineken."Eu merecia uma dessas, não? Eu vou beber tudo esta noite", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também