Rappi passa a oferecer HBO Max em plano Prime Plus

Usuários brasileiros do app de delivery terão acesso ao streaming por R$ 34,90/mês; catálogo tem Euphoria, Succession e transmissão da Champions League
O serviço de streaming conta com títulos da Warner Bros, HBO, DC, Cartoon Network e mais (Divulgação/HBO)
O serviço de streaming conta com títulos da Warner Bros, HBO, DC, Cartoon Network e mais (Divulgação/HBO)
Por Laura PanciniPublicado em 16/02/2022 15:04 | Última atualização em 16/02/2022 15:11Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Rappi Brasil e a HBO Max firmaram parceria para oferecer o serviço de streaming aos usuários brasileiros que aderirem à novidade do app de entregas, o plano Prime Plus.

Os que assinarem o serviço de R$ 34,90 reais por mês terão acesso ao plano da HBO Max, que oferece acesso a três usuários simultâneos, cinco perfis personalizados e em todos os dispositivos compatíveis, sem qualquer taxa adicional.

O serviço de streaming conta com títulos da Warner Bros, HBO, DC, Cartoon Network e mais, além da oferta bem atrativa de conteúdo esportivo com transmissões da UEFA Champions League e do Campeaonato Paulista. Séries como Euphoria, White Lotus e Succession também estão no catálogo.

Para a Rappi, que está expandindo seu serviço de assinaturas, a parceria integra a estratégia do app de fidelização de usuários.

Mais da metade da base de usuários é assinante Prime, que agora irá se dividir em duas categorias: o Basic (R$ 19,90) e o Plus (R$ 34,90). A expectativa é que a base de assinantes cresça 70% com a novidade.

Mercado de assinaturas

Projeções do relatório Subscription Economy Index (SEI), produzido pela empresa de softwares Zuora, apontam que 75% das organizações que vendem diretamente aos consumidores devem oferecer serviços de assinatura até 2023.

O estudo também demonstra que, nos últimos nove anos, a chamada “Economia de Assinaturas” cresceu seis vezes mais rápido do que negócios tradicionais, o que representa um crescimento de mais de 435%.

A pesquisa compreende que esse desenvolvimento acelerado da “Subscription Economy” está relacionado com os períodos de isolamento e restrições devido à pandemia de covid-19. Nessa nova fase, os consumidores estão cada vez menos interessados em consumir e “possuir” coisas, e ficam predispostos a satisfazer suas demandas e desejos a partir de serviços de fácil acesso.

Segundo Sandra Montes, CMO do Rappi Brasil, as mudanças foram impulsionadas não só pelas tendências do mercado mas também pelos próprios usuários. “Identificamos que grande parte deles considera relevante encontrar novos benefícios no Prime, como streaming, brindes e descontos exclusivos e, especialmente, que possamos lhes devolver cada vez mais o tempo que eles gastariam em atividades cotidianas", revela a executiva.