Quarto de bebê: conheça polêmico modelo montessoriano de decoração

O método montessoriano inspira hoje projetos de decoração e serve de base até para quartos de bebê. Entenda mais sobre o assunto

Existe um “método pedagógico” que está atualmente bastante popular entre os pais. Ele orienta de uma forma diferente a educação das crianças e também influencia a decoração dos ambientes infantis, desde a fase de preparo do quarto de bebê. Você já deve ter ouvido falar nos móveis montessorianos. Mas sabe dizer o que eles têm de diferente? 

Seu dinheiro está seguro? Aprenda a proteger seu patrimônio

Se você buscar a explicação sobre isto na Internet, encontrará que o Método Montessori é um método pedagógico.

Bem, sim e não. É que, na virada dos séculos XIX para o XX, uma médica italiana chamada Maria Montessori desenvolveu um estudo onde ela constatou que crianças que eram colocadas em ambientes com mais opções de estímulos se desenvolviam melhor. E isto serviu de inspiração para outros trabalhos ao redor do mundo.

Hoje, professores, pedagogos e até mesmo projetistas de interiores usam o Método Montessori como referência.

Dentro das escolas brasileiras, a implementação desse estudo vem acontecendo lentamente desde 1910. Mas só recentemente, talvez pelo avanço da comunicação, é que os pais tomaram mais conhecimento disso e passaram a ser adeptos. E, seguindo os mesmo conceitos, vários arquitetos e decoradores também.

Sugestão de ambiente da Viva Decora

Sugestão de ambiente da Viva Decora (Viva Decora/Divulgação)

Como seria uma decoração montessoriana?
Vamos agora falar mais especificamente sobre as decorações ditas montessorianas, pois elas têm um papel muito importante na educação infantil. Pois bem, a ideia é criar locais mais adaptados às medidas e necessidades das crianças.

Locais que estimulem melhor a sua audição, visão, tato e talvez até o olfato. Locais que tenham elementos que reforcem a sua educação e também que as levem aos bons pensamentos, criatividade e autonomia.

Agora, pode parecer, falando assim, que criar uma decoração montessoriana é um total bicho de sete cabeças. Mas não é mesmo.

A questão está em se colocar no lugar da criança e buscar entender como ela iria se comportar dentro deste espaço, brincando, estudando e descansando; o que realmente a deixaria feliz. Depois de entender isto fica mais fácil escolher revestimentos, móveis e ornamentos.

Então, chega o momento mais divertido, o de decorar. Ambientes infantis montessorianos costumam ser bem coloridos, repletos de objetos com formatos diferentes, inusitados, e de estampas bem humoradas.


Sugestão de ambiente da Viva Decora


Sugestão de ambiente da Viva Decora (Viva Decora/Divulgação)

São ambientes que divertem as crianças e ao mesmo tempo as ensina sem que percebam; e apresentam coisas que os pequenos só terão contato no posteriormente mundo externo - como casinhas, carrinhos, plantas e animais.

Nestes cenários, o normal é os móveis mais baixos, com objetos mais ao alcance das crianças – claro que tudo bem projetado pensando na sua segurança.

Todo elemento tem alguma função, nada é utilizado por acaso. Também se privilegia um espaço mais minimalista, deixando o máximo de área livre no centro para a criança brincar sem medo. E as paredes são enfeitadas com quadrinhos, papéis, adesivos e luminárias - e nada mais.

Quais as opções de móveis montessorianos para quarto de bebê?
Decoração montessoriana para quarto de bebê é um tema bastante polêmico no mundo dos jovens pais. É que vários deles não sabem se é seguro seguir este método assim tão cedo na vida da criança, pois ele foge do que as pessoas dizem ser um bom padrão.

Por exemplo, no lugar de uma cama tipo berço comum, nós teríamos uma caminha de chão, como as em formato de casinha ou carrinho.

E quanto ao resto do quarto? Será que teríamos cômoda trocador, guarda-roupa, poltrona de amamentação e caminha auxiliar?

Sugestão de ambiente da Viva Decora

Sugestão de ambiente da Viva Decora (Viva Decora/Divulgação)

Sim, claro, pois este quarto também deve responder às necessidades dos pais, do que eles precisam para atender bem os filhos. Mas na lista você pode somar itens que talvez nem cogitasse colocar em um quarto de bebê.

Por exemplo, pra começar, estantes baixas para livrinhos de histórias. Caixas abertas sobre o piso para guardar brinquedos. Mesinhas e cadeiras baixas.

Cavalete prancheta de desenho pequena. Espelho infantil com moldura de plástico. Barra de apoio – tipo bailarina. E até uma arara baixa para cabides de roupas. Tudo para que a criança alcance com as suas próprias mãozinhas os seus pertences.

Será que um bebê precisaria de tudo isto nos primeiros meses de vida? Claro que não. Porém, passado mais tempo, ela já começará a estabilizar o seu equilíbrio, começará a sentar, engatinhar e a brincar. E, neste momento, os pais já podem começar a usar a própria decoração do seu quarto para estimular a sua educação. O que você acha desta ideia?

Gostou desse tipo de decoração para seu bebê? Então, iniciei logo seu projeto e deixe o quarto dele perfeito!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.