Projeto fomenta o desenvolvimento de pequenos empreendedores nordestinos

Idealizado pela jornalista Daniela Falcão, o Nordestesse conecta pequenas marcas nordestinas com potencial global a iniciativas de fomento públicas e privadas; plataforma será lançada nesta quinta, 9
 (Florian Boccia/Divulgação)
(Florian Boccia/Divulgação)
G
GabrielJusto

Publicado em 08/09/2021 às 18:53.

Última atualização em 08/09/2021 às 19:06.

Será lançada nesta quinta-feira, 9, uma plataforma que pretende divulgar e fomentar o trabalho de empreendedores e criativos do Nordeste. Chamado de "Nordestesse", o projeto trabalhará em três frentes (mentorias, geração de conteúdo e experiências de consumo) para ajudar pequenos empreendimentos de moda, design, gastronomia, hotelaria e arte dos nove estados da região a se desenvolverem resgatando seus saberes e matérias-primas tradicionais.

A ideia do projeto surgiu em um período sabático da jornalista baiana Daniela Falcão, que comanda o projeto. Viajando pela região, ela descobriu muitas marcas com um forte apelo comercial global, mas que sozinhas não conseguiam se desenvolver.

"Notei que tinha ali um potencial de juntar esses pequenos empreendedores para dar visibilidade a eles", explica Falcão, que define o Nordestesse como um hub criativo. "São marcas com um DNA autoral do Nordeste, com produtos que conversam com a contemporaneidade e poderiam estar na prateleira de qualquer grande loja."

Além de uma plataforma digital que agrega as iniciativas dos empreendedores ligados ao projeto, o Nordestesse promoverá mentorias para os parceiros com grandes nomes do universo do marketing e atuará também como um facilitador, aproximando-os de iniciativas de interesse inclusive do poder público.

Um exemplo disso é o Made in Bahia, um programa de aceleração de marcas de moda de Salvador, fruto de uma parceria do Nordestesse com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município. O grupo de 12 marcas recebe o apoio da prefeitura para entender suas necessidades e potencialidades e superar desafios definidos em conjunto.

Em parcerias com multimarcas e shoppings de todo o país, o Nordestesse também promoverá festivais onde as marcas nordestinas são as protagonistas. O primeiro deles acontece na loja Pinga, em São Paulo, com 15 marcas de moda, gastronomia e design ocupando as araras e vitrines entre 22 de setembro e 8 de outubro.

"O Nordestesse vai estar sempre se acoplando a um parceiro para realizar projetos que amplifiquem e fomentem o trabalho dessas marcas", explica Falcão. "Não queremos apenas conectar, queremos desenvolver e acompanhar os projetos de ponta a ponta para garantir o crescimento econômico desses pequenos players."