Paola Carosella participará de jantar beneficente no Eataly; entenda

Complexo de gastronomia italiana servirá, na quinta-feira, 28, o menu assinado por chefs em prol da ONG Casa Chama
Ex-participante do MasterChef Brasil assinará um dos pratos servidos no menu degustação (Germano Lüders/Exame)
Ex-participante do MasterChef Brasil assinará um dos pratos servidos no menu degustação (Germano Lüders/Exame)
G
Gabriel AguiarPublicado em 23/07/2022 às 10:00.

Que tal experimentar um jantar preparado pelos chefs Paola Carosella, Aline Guedes, José Barattino e Bel Coelho – e ainda colaborar com a causa trans no Brasil? É o que propõe o Eataly, complexo de gastronomia italiana em São Paulo, para a próxima quinta-feira. Cada menu sairá a 485 reais e todo lucro irá à ONG Casa Chama, dedicada à emancipação e qualidade de vida transsexual.

VEJA TAMBÉM

Na próxima quinta-feira, 28, o restaurante Brace Bar & Griglia – dentro do próprio empreendimento – servirá crudo de prejereba em sumo de caju com beldroega, aioli de dendê, azeite com pimenta de cheiro e pipoca de tapioca; fagottini de beterraba assada, laranja, espinafre e Grana Padano; cazuela de peixe com frégola sarda; e sagu de jabuticaba com sorvete de cumaru e ovos moles.

"Essa parceria é um respiro de esperança no mundo transfóbico. Não se trata de acesso pontual aos nossos corpos e vivências. Essa ação, que perdurará por todo o ano, é um exemplo de que é possível causar um impacto significativo se houver um pouco de boa vontade e de interesse em contribuir na construção de uma sociedade mais justa", afirma Matuzza Sankofa, fundadora da ONG.

Nos últimos dois anos, por conta de falta de recursos durante a pandemia da covid-19, a Casa Chama enfrentou momentos de crise e correu risco de fechar as portas, segundo a própria organização. Por outro lado, a marca Eataly garantiu a arrecadação de 43 mil reais com o primeiro evento beneficente – um jantar, também servido em restaurantes do próprio complexo, em maio deste ano.

“Diversidade é uma questão fundamental para nós. Encontrar a Casa Chama, mas também a energia transformadora de seus líderes, Digg e Matuzza, é um aprendizado diário de como podemos nos unir por uma sociedade mais diversa e igualitária. É um exercício interno, como organização, para chegar a mais diversidade no organograma”, afirma João Jaeger, gerente de marketing do Eataly.

E ainda haverá outras ações programadas para o restante do ano, como workshops de gastronomia e empreendedorismo aos participantes e beneficiários da ONG, ministrados por colaboradores Eataly, além de vagas de emprego exclusivas – foram contratadas duas pessoas trans e uma não-binária em 2022. Também haverá encontros promovidos pelo RH com staff do centro gastronômico.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.