Apresentado por SALVATORE FERRAGAMO

Pais e filhos empresários contam seu legado nos negócios e na vida a convite da Salvatore Ferragamo

Wanderley e Pedro Nunes, do mundo da beleza, e Victor e Antônio Oliva, do setor de entretenimento, falam sobre suas relações pessoais, de trabalho e estilo
Wanderley e Pedro Nunes compartilham a paixão pela beleza: o pai nos salões; o filho, em uma startup de produtos personalizados para cabelos (Leandro Fonseca/Exame)
Wanderley e Pedro Nunes compartilham a paixão pela beleza: o pai nos salões; o filho, em uma startup de produtos personalizados para cabelos (Leandro Fonseca/Exame)
e
exame.solutions

Publicado em 04/08/2022 às 09:00.

Última atualização em 11/08/2022 às 10:20.

Qual é o principal legado que um pai pode passar a seu filho? E o que um filho tem a ensinar ao seu pai? A convite da Salvatore Ferragamo, pais e filhos empresários compartilham suas experiências e suas relações pessoais, de trabalho e de estilo. Nesta ocasião especial, eles vestem a coleção Pre-Fall 2022 da casa italiana de moda, que acaba de chegar ao Brasil.

Dos salões de cabeleireiros para dentro da casa de seus clientes. Do universo do entretenimento para a continuidade de um legado que mudou a vida noturna em São Paulo e no Brasil. Wanderley e Pedro Nunes, Victor e Antônio Oliva. Pais e filhos de mundos totalmente diferentes, mas com algo em comum: a vontade de perpetuar negócios, conceitos, ideias e valores.

Victor Oliva ao lado do filho Antônio: o “rei da noite”, apelido por qual ficou conhecido, prepara agora terreno para seu sucessor (Leandro Fonseca/Exame)

O cuidado com os cabelos

Aos 12 anos, Wanderley Nunes deu seus primeiros passos no mercado de beleza na barbearia do pai, em Maringá, no Paraná. A destreza com as tesouras, herdada de seu pai, se tornou sua maior ferramenta de sucesso.

Talento de pai para filho: a admiração de Pedro pelo pai, Wanderley Nunes, serviu de inspiração para a criação da startup Meu Q, que vende produtos capilares personalizáveis (Leandro Fonseca/Exame)

Pedro Nunes, filho de Wanderley, por sua vez, recebeu de seu pai uma paixão que vai além das tesouras: a da beleza e cuidado com os cabelos.

“Você aprendeu muito dentro dos salões de cabeleireiros”, conta Wanderley a Pedro. O aprendizado veio dos salões, a concentração foi conquistada no universo das pistas de automobilismo, onde Pedro competiu na GP3 – com apoio total do pai.

Confira, a seguir, os bastidores do ensaio


O apreço pela tecnologia veio naturalmente, pela jovialidade. Como resultado, Pedro fundou a startup Meu Q, que permite a criação de produtos capilares totalmente personalizáveis. A expertise, não por acaso, vem do conhecimento de Wanderley. “É inevitável que eu tente extrair o máximo da experiência do meu pai em empreender”, descreve Pedro.

Expressão pela moda: Wanderley se descreve como mais despojado, enquanto Pedro prefere se vestir de um jeito mais tradicional (Leandro Fonseca/Exame)

“A opinião de uma mãe e de um pai, de um filho e de uma filha, é a coisa mais importante. É a mais pura, a mais verdadeira, a mais autêntica, a mais original e a mais assertiva”, comenta Wanderley, ao dizer que os ensinamentos não são unilaterais.

Os reis da noite

O rei da noite, apelido por qual Victor Oliva ficou conhecido, prepara o terreno para seu sucessor, Antônio Oliva. Inclusive, esse é o termo que utiliza para falar sobre a relação com seus filhos: “Eu sempre falo que eu não tenho herdeiros, eu tenho sucessores”. “É muito bom ter um pai que já passou por tudo o que você quer passar”, conta Antônio, referindo-se a Victor como seu porto seguro.

Negócios de pai para filho: Victor e Antônio trabalham juntos na Label N1, responsável, entre outras iniciativas, pelos camarotes do Carnaval e diversas festas em todo o país (Leandro Fonseca/Exame)

A princípio, Antônio optou por caminhar distante de seu pai, na concorrência. Mas naturalmente os trajetos se cruzaram. Hoje, Antônio atua ao lado de Victor e leva as características dele para sua atuação. “Nos negócios, você tem de amar o que faz, traçar muito bem seus objetivos, ter responsabilidades.”

Um dos frutos da sucessão de pai para filho é a Label N1, responsável, entre outras iniciativas, pelos camarotes do Carnaval e diversas festas em todo o país. “Todo empresário gostaria de ter algo que durasse muito tempo. Uma coisa que você se orgulhasse”, conta Victor. “Você passa num lugar e está escrito ‘desde mil oitocentos e lá vai fumaça’. Eu adoraria ter uma empresa que um dia vai ter ‘desde mil novecentos e...’”

Galeria: Dia dos Pais com Savatore Ferragamo

Estilo de pai para filho

A hereditariedade, ou melhor, a sucessão corre nas veias destes pais e filhos assim como está no DNA de Salvatore Ferragamo. A casa, fundada em 1927, teve gestão familiar ao longo deste quase um século de história. Todos os filhos do fundador atuam ou atuaram em cargos de direção na companhia.

O compartilhamento de experiências não está presente apenas nos negócios e nas relações entre eles, mas também no estilo. Nos dois casos, pais e filhos carregam gostos distintos na hora de se vestir, mas que se encontram na Salvatore Ferragamo.

Do clássico às tendências: vestidos de Salvatore Ferragamo, pai e filho se identificam com a versatilidade das peças da marca (Leandro Fonseca/Exame)

No caso de Wanderley e Pedro Nunes, o pai é mais despojado, enquanto o filho é mais tradicional. “Se eu vestir a roupa que ele veste, eu fico mais clássico. E ele, se vestir a roupa que eu visto, se sente um pouco ‘será que é isso? Será que é muito moderno, muito despojado?’”, diz Wanderley Nunes. “Eu vejo muita coisa que eu gosto, mas não me vejo usando. É quando eu compro para ele”, afirma Pedro. “Então a gente se conecta muito com a Ferragamo: eu vou para o lado clássico da marca e ele vai mais para a tendência e que acompanha o mundo da moda.”

Estilo próprio : enquanto Victor se diz mais tradicional na hora de se vestir, Antônio prefere peças mais exclusivas e que reflitam sua personalidade (Leandro Fonseca/Exame)

Já os papéis de Victor e Antônio Oliva se invertem. O patriarca, mais tradicional, reforça: “Eu gosto da ousadia perto do que eu chamo de clássico. Quem tem um bom terno vai ter um bom terno a vida inteira.” Já Antônio prefere aquilo que o diferencia. “Gosto de me destacar nos lugares, vestir o que os outros não vestiriam, mas a gente tem um lado clássico em comum.”

A coleção Salvatore Ferragamo Pre-Fall 2022 usa como pano de fundo a elegância sessentista de imagens da Costa Amalfitana do fotógrafo Sam Haskins. Os traços de alfaiataria foram mantidos ao lado de toques esportivos, que permitem uma transição facilitada entre temperaturas e ocasiões diferentes ao longo do dia. Vestem bem no pai, vestem bem no filho.