Casual
Acompanhe:

O papel da transformação digital no setor público

A era digital nos permite solucionar desafios que até então eram muito complexos e difíceis por meio da tecnologia de uma maneira mais simples, rápida e com bom custo-benefício a médio e longo prazo

Transformação digital: o colunista Gustavo Caetano fala sobre como chegar lá. (Getty Images/Getty Images)

Transformação digital: o colunista Gustavo Caetano fala sobre como chegar lá. (Getty Images/Getty Images)

*
*Gustavo Caetano

20 de janeiro de 2023, 13h34

As empresas privadas foram verdadeiras protagonistas da adoção da transformação digital de 2020 para cá - ação que foi impulsionada, principalmente, pelas mudanças trazidas pela pandemia de covid-19. Devido a isso, boa parte da população já pode se beneficiar dos novos produtos e serviços proporcionados pela digitalização.

Porém, ao passo em que os investimentos focados em trazer mais tecnologia e inovação ganham força nas companhias, o setor público vai ficando para trás e atua mais lentamente no processo de implementar novas ferramentas e soluções tecnológicas.

De acordo com a primeira edição do GovTech Maturity Index (GMTI), elaborado em 2021 pelo Banco Mundial e que classifica o nível da digitalização no serviço público de 198 países, o Brasil é o sétimo colocado nesse tópico.

A posição é significativa, colocando o país à frente de todos os vizinhos da América Latina, e mostra que ainda que haja atualmente um atraso no investimento e implementação da transformação digital, o governo já vem se movimentando nesse sentido e devemos ver cada vez mais iniciativas voltadas à essa agenda. Um exemplo disso foi o anúncio da criação da Secretaria de Governo Digital, que terá como um de seus objetivos principais desenvolver e coordenar ações com foco na melhoria da gestão e transformação digital em todo o país.

Medidas como essa devem promover um avanço significativo na digitalização dos processos internos, na desburocratização e no andamento de projetos designados a trazer mais eficiência, agilidade e produtividade para a máquina estatal e, consequentemente, para a população como um todo – inclusive aqueles que, por diversos motivos, não são contemplados pelas inovações oferecidas pela iniciativa privada.

E tanto as organizações quanto o setor público estão atentos a essa questão e fomentando projetos, como a Petrobras, que recentemente apresentou o Petrobras Conexões para Inovação, um programa de aceleração dedicado a promover uma integração maior da instituição com o ecossistema de inovação e que pretende investir R$ 24,4 milhões em novos projetos.

A era digital nos permite solucionar desafios que até então eram muito complexos e difíceis por meio da tecnologia de uma maneira mais simples, rápida e com bom custo-benefício a médio e longo prazo. Precisamos descobrir como tornar o acesso às inovações mais fácil para que toda a sociedade possa aproveitar suas vantagens e facilitações, e a transformação digital no setor público é a chave para alcançarmos novos patamares econômicos e sociais, que posicionem o Brasil como referência em inovação e o coloque novamente na mira dos investidores.

*Gustavo Caetano é fundador da Sambatech e Samba Digital