• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Nubank se associa à Copa do Mundo do Catar para reforçar alcance global

Banco digital brasileiro, na reta final para abrir o capital na Bolsa de Nova York, será apoiador regional do evento para a América do Sul
Inauguração do Estádio Ahmad Bin Ali, em Doha, que vai receber sete jogos durante a Copa do Mundo em 2022 | Foto: Getty Images (Getty Images/Qatar 2022/Supreme Committee)
Inauguração do Estádio Ahmad Bin Ali, em Doha, que vai receber sete jogos durante a Copa do Mundo em 2022 | Foto: Getty Images (Getty Images/Qatar 2022/Supreme Committee)
Por Marcelo SakatePublicado em 18/11/2021 07:48 | Última atualização em 18/11/2021 07:50Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O Nubank, em processo final para a abertura de capital na Bolsa de Nova York, anuncia ao mercado nesta quinta-feira, dia 18, que fechou um contrato com a FIFA para se associar a um dos dois maiores eventos esportivos e de entretenimento do planeta, a Copa do Mundo do Qatar, em 2022. Os valores do acordo não foram revelados.

O banco digital, um dos maiores do mundo, tem 48,1 milhões de clientes no Brasil, na Colômbia e no México e pretensões de expansão global. Com a parceria, terá o status de apoiador regional da próxima Copa do Mundo, que será disputada entre 21 de novembro e 18 de dezembro do próximo ano. A última edição do evento, em 2018 na Rússia, teve audiência total global de 3,6 bilhões de pessoas.

O acordo voltado para a América do Sul faz parte da estratégia do Nubank de se posicionar como marca de alcance global. A FIFA é a entidade global que rege o futebol em todo o planeta e organiza a Copa do Mundo.

Atualmente seis empresas são parceiras oficiais do evento com status global: Adidas, Coca-Cola, Wanda, Hyundai/KIA, Qatar Airways e Visa.

“O crescimento do Nubank tem nos levado a buscar novas plataformas e canais de comunicação que nos permitam levar nossa mensagem para toda a região. Por isso optamos por fazer parte deste evento no qual temos a certeza de que podemos dar uma contribuição significativa, levando a Copa do Mundo da FIFA™ para as pessoas da América do Sul”, afirmou Arturo Nuñez, Chief Marketing Officer (CMO) do Nubank.

Nuñez chegou ao Nubank como CMO em junho, com a experiência de duas décadas em marcas globais em cargos como head de Marketing da Apple para a América Latina, vice-presidente Global de Marketing para o Basquete da Nike e vice-presidente de Marketing para a América Latina da NBA, entre outros.

De forma prática, além de associar a marca ao evento que só tem paralelo no mundo com as Olimpíadas, o Nubank terá acesso a conteúdo para desenvolver internamente promoções e outras ativações adicionais para envolver o público nos países da América do Sul.

A Seleção Brasileira de Futebol se tornou na última semana a primeira do continente a garantir a sua vaga na Copa do Catar, ao alcançar uma pontuação suficiente nas Eliminatórias da América do Sul, disputada no sistema de pontos corridos e jogos de todos contra todos em dois turnos.

O Nubank buscará um valuation acima de 50 bilhões de dólares com o seu aguardado IPO (oferta pública inicial) na Bolsa de Nova York, já contando a emissão de BDRs (recibos de ações listadas no exterior) na B3.

O banco digital foi fundado em 2013 pelo colombiano David Vélez, a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible.

Veja Também

Exame e agência Zmes lançam clube para CMOs
Marketing
Há um dia • 3 min de leitura

Exame e agência Zmes lançam clube para CMOs

Nubank (NUBR33): entenda por que BTG recomenda a venda das ações
Onde Investir
Há uma semana • 2 min de leitura

Nubank (NUBR33): entenda por que BTG recomenda a venda das ações

Uma startup de 11 anos e a marca pelo produto
Um conteúdo Bússola
Há uma semana • 5 min de leitura

Uma startup de 11 anos e a marca pelo produto

Nubank (NUBR33): depois dos resultados, ação vai cair ou subir?
Onde Investir
Há uma semana • 4 min de leitura

Nubank (NUBR33): depois dos resultados, ação vai cair ou subir?