Casual

Novo iate do Four Seasons pode oferecer experiência mais cara do mundo

Quartos de mais de 900 m² estarão disponíveis por aproximadamente R$ 1,5 milhão

Híbrido de iate com cruzeiro, embarcação será única no mundo (Marc-Henry Cruise Holdings Ltd, Joint Owner/Operator Four Seasons Yachts/-)

Híbrido de iate com cruzeiro, embarcação será única no mundo (Marc-Henry Cruise Holdings Ltd, Joint Owner/Operator Four Seasons Yachts/-)

Publicado em 5 de abril de 2024 às 10h30.

Última atualização em 5 de abril de 2024 às 10h40.

Em janeiro de 2026, o Four Season Yachts estreará aquele que pode se tornar o cruzeiro mais caro do mundo. Sete noites no Caribe no navio de 95 suítes custará US$ 20 mil (o equivalente a mais de R$ 100 mil) por quarto, com opções de até US$ 330 mil (ou mais de R$ 1,5 milhão). Por esse preço, está inclusa uma suíte de mais de 900 m².

A embarcação Four Seasons 1, de mais de R$ 2 bilhões, é do mesmo tamanho de cruzeiros que levam 700 passageiros, embora sua capacidade máxima seja de 222. O cruzeiro garante champagne sem fim, além de almoços e jantares grátis para alguns hóspedes.

"O que estamos criando não é um cruzeiro nem um iate", afirma Thatcher Brown, COO da holding que é dona e operadora do Four Season Yachts. "É um híbrido único que será como nada que existe no mercado."

Todas as suítes contam com janelas do chão ao teto e terraços externos, sendo que a menor delas mede quase 50 m². As opções maiores possuem até mesmo piscinas. A alternativa mais cara possui quatro pisos, três quartos e abriga até seis pessoas.

Onze locais de alimentação e lounges estão localizados no navio. Junto com o café da manhã gratuito, estão inclusos café e refrigerantes.

Os programas disponíveis no cruzeiro imitarão a experiência fornecida nos hotéis Four Seasons. Isso envolve projetos para crianças e excursões especiais.

Dos interessados, exige-se um depósito de US$ 10 mil por suíte para entrar na fila de espera. É preciso conversar com agentes de viagem ou consultores online para demonstrar a demanda.

"É algo para pessoas que querem exclusividade e que gostam do estilo Four Seasons e da sensação de estar em um hotel", declarou Rob Clabbers, presidente da Q Cruise + Travel em Chicago, à Bloomberg. "Não será para todo mundo."

Com informações da Bloomberg.

Acompanhe tudo sobre:NaviosIates

Mais de Casual

BYD King chega ao Brasil. Será que o mercado de sedãs vai ter uma nova majestade?

Entenda por que a Volvo está mudando os nomes de seus carros

Verão 2025: na nova coleção da Zegna o linho é a estrela da estação mais quente

Precisamos ou não do reconhecimento de estrangeiros?

Mais na Exame