Nike e Adidas são as marcas esportivas mais lembradas por atletas

Pesquisa feita pelo Ticket Sports revela tendências de compras e marcas mais lembradas entre atletas
57% dos consumidores priorizaram a compra de calçado esportivo no último ano. (Nebojsa93/Thinkstock)
57% dos consumidores priorizaram a compra de calçado esportivo no último ano. (Nebojsa93/Thinkstock)
J
Julia StorchPublicado em 05/10/2022 às 08:30.

Quando se trata de um evento esportivo, qual é o perfil do público frequentador e quais marcas são lembradas por estes? A plataforma de venda de inscrições para eventos esportivos da América Latina, Ticket Sports, foi atrás das respostas e acaba de disponibilizar sua pesquisa de hábitos de consumo.

Durante duas semanas de agosto, o Ticket Sports coletou 5.756 respostas de atletas profissionais e amadores de todo o Brasil. A pesquisa revelou as marcas mais lembradas pelos consumidores, em quais materiais pretendem investir nos próximos meses e qual é a sua percepção de marca dentro dos eventos.

De acordo com os dados, mulheres ainda são minoria na participação de eventos esportivos e a Nike figura como marca mais lembrada. Os dados revelam ainda que os respondentes se mostram sensíveis a preço, mas também estão dispostos a investir em bons materiais que possam melhorar seu desempenho.

Perfil do público de eventos esportivos

Gênero: Masculino 56% e Feminino 44%

Região: Sul 17%, Nordeste 10%, Norte 5% e Centro Oeste 5%

Faixa etária: a média de idade do público é de 44 anos.

Renda familiar mensal: De 3 a 6 salários mínimos (De R$ 3.300 até R$ 6.600). De acordo com o IBGE "o rendimento médio mensal domiciliar por pessoa caiu 6,9% em 2021 e passou de R$ 1.454, em 2020, para R$ 1.353". Em 2021 o Ticket realizou uma pesquisa para entender os impactos da pandemia no bolso dos brasileiros e constataram que quase 70% do público de eventos esportivos foi impactado financeiramente em decorrência da pandemia. Naquele momento, 90% dos participantes disseram que preço influenciava diretamente em suas escolhas sobre eventos esportivos.

Participação em eventos

A maioria dos atletas participa de 2 a 5 eventos por ano e objetiva provas de corridas de rua de 5K e 10K como próximo desafio.

Comportamento em eventos esportivos

Consumir produtos em eventos esportivos é parte da experiência e 72% do público afirma efetuar compras nesse momento. A experiência e emoção apareceram como fatores transformadores de imagem e importância de algum produto na jornada de atletas E claro: as pessoas querem saber o que elas vão levar como lembrança. Almejam kits de qualidade, brindes e vantagens mais tangíveis. No cenário pós-evento, 46% do público participante da pesquisa afirmou estar mais propenso a comprar uma marca após vê-la como patrocinadora, apoiadora ou com ativações.

As marcas mais citadas:

1. Nike
2. Adidas
3. Asics
4. Olympikus
5. Mizuno

Idade média dos participantes que citaram a marca:

1. Nike: 39 anos
2. Adidas: 43 anos
3. Asics: 44 anos
4. Olympikus: 43 anos
5. Mizuno: 46 anos

Marca preferida de tênis

Quando se especifica na pesquisa a marca preferida para tênis, Asics quase se iguala a Nike. Há claramente uma identidade, reconhecimento de especialização. Também destaca-se a Olympikus, que tem uma fatia grande no mercado, e a Mizuno, que, na contramão, perdeu muito espaço nos últimos tempos. As marcas preferidas não necessariamente dizem respeito apenas a style, mas ao conforto e performance, que é uma preferência muito particular e específica quando o assunto é esporte.

Lojas mais lembradas:

1. Centauro
2. Decathlon
3. Outros
4. Netshoes
5. Nike

Um ponto interessante a ser observado é que as lojas mais lembradas são as multimarcas, mas muitos levam em consideração as lojas próprias de cada marca.

Decisão de compra

O preço aparece como fator importante para a decisão de compra, com uma fatia de 80% do público considerando-o como prioridade, seguidos por 41% do fator identificação. Nos últimos 12 meses, a inflação no Brasil, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumulou alta de 11,7%. As perspectivas mais recentes (Relatório FOCUS 15072022 do BACEN) mostram que esse índice deve fechar o ano de 2022 com um aumento de 7,54%. Esse aumento afeta diretamente o poder de compra dos brasileiros. De acordo com um levantamento exclusivo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), feito a pedido da CNN, cerca de 90% das profissões brasileiras registraram uma queda no poder de compra entre março de 2021 e março desse ano.

Compras nos últimos 12 meses

Os dados coletados indicam que 57% dos consumidores priorizaram a compra de calçado esportivo no último ano. Em segundo e terceiro lugar de prioridade de compra estão roupas esportivas e relógios ou wearables.

Compras nos próximos 12 meses

20% das pessoas que afirmaram ter comprado um tênis nos últimos 12 meses, pretendem comprar um novo par em breve. 27% da amostra total tem interesse em comprar roupas esportivas e 12% desejam investir em relógios ou wearables. Apenas 3,9% da base não pretende comprar nada no próximo ano. Outra informação importante é que se o material continua em bom estado e é confortável para participação dos eventos, os atletas não veem necessidade de renovação ou substituição dos equipamentos. Há um potencial de consumo enorme com foco no lifestyle. Diante do tópico de suplementação alimentar, 52% do público afirma utilizar e ter intenção de compra.

“Essa é uma das pesquisas mais importantes que já realizamos. Sabemos que existe uma nova forma de pensar e se comportar em relação ao consumo, mas nunca havíamos mapeado esses dados. Por isso, olhar para esse resultado depois de passar pela pandemia é um ótimo exercício para as marcas, organizadores e profissionais do mercado esportivo”, afirma Gabriela Donatello, gerente de marketing do Ticket Sports.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.