Marca cearense quer democratizar o consumo de leite vegetal

A Positive Brands, fundada em 2014 e especializada em leites veganos, está lançando uma nova bebida à base de plantas por R$ 13,90

“O mundo está virando uma chave. No futuro, vamos achar esquisito consumir tantos produtos de origem animal e que não respeitam o ambiente". A fala do cearense Rodrigo Carvalho, que em 2014 fundou a foodtech Positive Brands junto de seu irmão, Felipe Carvalho, reflete um novo momento do consumidor, aqui e lá fora.

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

Uma pesquisa de mercado realizada pela BIS Research mostra que o mercado global de alimentos e bebidas à base de vegetais deve movimentar mais de 80 bilhões de dólares até 2024, com taxa de crescimento de 13,82% ao ano.

O levantamento destaca que o crescimento é justificado por clientes que querem consumir com mais consciência, diminuindo ou excluindo totalmente produtos de origem animal.

De olho neste nicho que ganha novos adeptos todos os dias, a marca cearense especializada em leites veganos e dona da bandeira A Tal da Castanha, um dos mais conhecidos no Brasil, está colocando nas gôndolas dos supermercados um novo produto que, segundo a foodtech, tem como objetivo democratizar e atrair novos consumidores através do preço.

 

 

Ligeiramente mais acessível do que outras bebidas da Positive Brands, o Leite Possible chega aos cerca de 25.000 pontos de venda que a marca tem no país custando 13,90 reais. "Estamos propondo algo novo que pode ser incluído no café da manhã de muitos brasileiros", diz Carvalho.

Leite Possible: o produto leva oito ingredientes, a maior parte orgânicos

Leite Possible: o produto leva oito ingredientes, a maior parte orgânicos (Positive Brands/Divulgação)

São dois sabores disponíveis. A versão Original, feita com água, açúcar demerara orgânico, castanha de caju orgânica, carbonato de cálcio, sal marinho, espessante goma guar e aromas naturais; e Chocolate, elaborado com  água, açúcar demerara orgânico, castanha de caju orgânica, cacau, carbonato de cálcio, sal marinho, espessante goma guar e aromas naturais.

Embora mais barato, o leite mais acessível da Positive Brands cobra o seu preço na quantidade de ingredientes. Ao todo, são oito. Já o carro-chefe da marca, o leite A tal da Castanha, que custa 19,90 reais, leva apenas água e castanha, mistura da qual a empresa se orgulha e estampa na embalagem.

Histórico da marca

Em fevereiro do ano passado, a Positive Brands tinha acabado de completar seis anos quando os irmãos fundadores receberam uma proposta: abrir mão de 50% da marca em troca de utilizar a gigantesca estrutura e a capacidade de distribuição do grupo 3Corações. O resultado foi uma joint venture de partes iguais, mas ainda gerida pelos irmãos. 

Após o combinado que juntou o café e o leite, vegetal, a capilaridade da empresa cearense decolou, e os lucros acompanharam.

 

 

Se em 2019, ano em que fechou o acordo com o gigante do café, a Positive Brands faturou 29 milhões de reais, no ano passado, o número saltou para 45 milhões de reais, mesmo com a pandemia. Para este ano, a previsão é mais ambiciosa: fechar 2021 com faturamento de 100 milhões de reais.

Hoje, quase a totalidade das vendas da marca vem dos milhares de pontos de venda incrementados pela 3Corações. 98% acontece em lojas físicas e 3% no e-commerce. Para este ano, a marca pretende subir as vendas no online a 6% do todo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também