Mãe e filha já faturaram R$ 1 milhão vendendo dobraduras de papel

Fundada no ano passado, a By Gabs é uma marca de design que comercializa esculturas em papel feitas à mão --- que podem custar mais de mil reais
 (By Gabs/Reprodução)
(By Gabs/Reprodução)
M
Matheus Doliveira

Publicado em 03/03/2022 às 09:00.

Última atualização em 03/03/2022 às 10:21.

Quando um projeto não atravessa a linha da materialidade, costumamos dizer que ele não saiu do papel. Mas no caso da marca de design By Gabs, a equação é outra, mais divertida: a marca não só nunca saiu do papel como já faturou mais de 1 milhão de reais com ele.

Fundada no ano passado pelas empreendedoras Gaby Schattan e Deby Oizerovici, mãe e filha que, como é possível perceber, emprestam seus nomes à empreitada, a By Gabs tem como objetivo emprestar personalidade à decoração de residências através de esculturas em papel, todas feitas à mão, claro. 

Idealizadas para serem observadas de diferentes pontos de vista, trazendo leveza, movimento e fluidez aos ambientes, as coleções temáticas elaboradas pela marca vêm ganhando espaço entre os apaixonados por design e decoração.

Com a maioria das vendas realizadas através do Instagram, a By Gabs está virando moda no circuito dos  mais endinheirados. Suas esculturas já estão nas casas de personalidades como Anna Fasano, Anna Carolina Bassi, Maria Victória Tinoco, Carol Buffara, Lu Tranchesi, Fabiana Justus, Gisela Saback, Thássia Naves, Marcella Minelli, Daniela Cicarelli, Helena Lunardelli, entre outras.

No mundo físico, a marca está disponível em mais de 15 lojas, como Marche Art Vie, La Touche e Conceito Ê, em São Paulo, no Olzo Vitória, em Vitória (ES), Galpão Design, em Fortaleza (CE), Casa Bonita, em Brasília, e Petit Palais, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. A maior novidade é recente: a label passou a vender no online do Iguatemi e no ShopTogether.

Dobraduras emolduradas

Não são apenas simples dobraduras de papel, são obras que expressam e fomentam sentimentos, explica a fundadora, Gaby. 

Unindo cor e design, as By Gabs, como são chamadas as esculturas produzidas em papel de Fine Prints importado, pintadas com lápis de cor, levam um ponto de luz chique aos ambientes a partir de combinações de cores chamativas.

O formato das peças traz profundidade de visão e podem ser vistos de diferentes perspectivas. “Desde quando eu fazia aulas de pintura, queria criar desenhos que representassem o conceito de que você pode ver tudo a partir de diferentes pontos de vista. Nossas obras levam essa ideia”, explica Gaby.

Durante a produção, após a pintura à mão, a peça é digitalizada para manter a cor. Depois disso, as obras são emolduradas em estruturas de acrílico.

O mais recente lançamento chama-se Triballoon, uma escultura criada a partir de um produto carro-chefe da marca, o Balloon, que lembra um balão de festa junina. “Com os balões, nossas esculturas deixaram de ser chapadas para voar. Depois do nosso último lançamento, o Balloon, decidimos testar e fazer uma versão mini dele. Gostamos do resultado, mas parecia que faltava algo, depois fizemos um novo balão, mais cheinho e juntamos à primeira versão. Assim surgiu nosso novo produto, com duas esculturas menores nas pontas e uma mais cheia no meio.”, explica Gaby. Todas as esculturas de papel comercializadas pela marca vêm emolduradas em uma caixa de acrílico.

No caso do Triballoon, a peça custa 1.480,00 reais. 

Ainda em 2021, a By Gabs comemorou sua primeira colaboração: o lançamento de uma collab com a designer Nara Ota.

Collab By Gabs e Nara Ota (By Gabs/Divulgação)

Encontros & Desencontros

Administradora de formação, Gaby teve seu primeiro contato com as artes durante a pandemia, como hobbie. Naquela época, a jovem estava prestes a se mudar para Nova York e foi influenciada pela mãe, Deby, a transformar o passatempo em negócio. "Quando comecei com as aulas de arte, não tinha pretensão de fazer uma marca. Eu não sabia sequer fazer uma entrega pelo correio", conta Gaby. "Eu dizia para ela: você está fazendo um bom trabalho, as pessoas compram, mas você precisa de uma embalagem melhor. Comecei a me envolver", interrompe Deby, a mãe.

Hoje, a sociedade é dividida em partes iguais entre mãe e filha, que passam semanas isoladas desenhando e arquitetando as novas coleções da By Gabs quando Gaby está no Brasil. “Minha mãe foi em casa e emoldurou um desses desenhos que eu tinha criado, colocando-o em uma caixa de acrílico para usar na decoração da casa dela. Depois disso, minha irmã amou o quadro e pegou para dar de presente para uma influenciadora digital – que fez posts nas redes sociais. Desde então, os pedidos não pararam”, relembra Gaby sobre o início do negócio.