Linda Evangelista pede US$ 46 mil de pensão mensal para seu filho ao CEO da PPR

Pedido de pensão feito a François-Henri Pinault foi divulgado pelo New York Post
 (Amy Sussman/Getty Images)
(Amy Sussman/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 03/08/2011 às 18:46.

Nova York - A modelo Linda Evangelista pediu a François-Henri Pinault, multimilionário francês do grupo de luxo PPR e atual marido da atriz mexicana Salma Hayek, uma pensão de US$ 46 mil ao mês para manter o filho que teve com ele, informou nesta terça-feira o jornal New York Post.

A essa quantidade se somam outros US$ 80 mil anuais para contratar uma babá integral, segundo assinala o processo oficial apresentado na segunda-feira perante o Tribunal da Família de Manhattan pela modelo, indica o mesmo jornal.

O advogado da modelo, William Beslow, lembrou que Pinault ainda não gastou sequer um dólar com pequeno Augustin James, que já tem quatro anos. "Não está pagando nada", disse Beslow sobre o magnata francês, ao tempo que defendeu outra reivindicação de US$ 7,5 mil ao mês para as férias da criança, embora esse pedido já tenha sido desconsiderado pelo juiz Matthew Troy, diz o "Post".

Por sua vez, o advogado de Pinault, David Aaronson, questionou se Linda precisa desse dinheiro para manter a criança e assinalou, na última audiência do caso, que a modelo gastava US$ 175 mil anuais para pagar uma equipe de motoristas, todos eles ex-policiais, segundo o jornal.

Augustin James foi concebido no início de 2006, quando Pinault estava separado de Salma, mas Linda sempre manteve a identidade do pai em segredo para protegê-lo, segundo o jornal.

François-Henri Pinault e Salma Hayek, que em 2007 foram pais de Valentina Paloma, se casaram há dois anos em Paris. Pinault comanda o grupo de luxo PPR, proprietário das marcas Gucci, Yves Saint Laurent, Balenciaga e Puma.