LeBron vai entrar no clube dos atletas que ganharam US$ 1 bilhão; quem mais entrou?

Mas ele não deve ingressar em outro time seleto, o dos esportistas que faturaram US$ 100 milhões em um único ano - vão faltar US$ 4,6 milhões

Primorosamente vencida pelo Lakers, a temporada de 2019-2020 da NBA, a mais estranha da história, foi marcada pela “bolha” na qual o complexo da Disney, em Orlando, na Flórida, foi transformado para isolar as equipes e diminuir os riscos de transmissão do coronavírus. E ainda houve a desastrosa morte de Kobe Bryant, ídolo do Lakers, e sua filha, Gianna, de 13 anos, no final de janeiro do ano passado.

Seu dinheiro está seguro? Aprenda a proteger seu patrimônio

Da atual temporada, iniciada há poucas semanas, já não dá para esperar normalidade – 22 partidas foram adiadas em razão dos atuais números da pandemia nos Estados Unidos e não há previsão para a volta do público nas arquibancadas. De certo, só o salário dos jogadores. Somando o que vão ganhar os 400 melhores atletas da liga neste ano chegamos à robusta cifra de 3 bilhões de dólares.

lebron james beats O atleta de 1 bilhão de dólares

O atleta de 1 bilhão de dólares (Beats/Divulgação)

Estima-se que o salário médio das estrelas da NBA na última temporada era de 9,5 milhões de dólares. É mais que o dobro do que ganham os jogadores de beisebol e três vezes mais do que embolsam os grandalhões do futebol americano.

Em meio a tantas cifras robustas, o nome que mais chama atenção, claro, é o de LeBron James. É o atleta mais bem pago da NBA há sete anos, incluindo o que ele embolsa fora das quadras. O que 2021 lhe reserva: 31,4 milhões de dólares de salário e outros 64 milhões de dólares provenientes de acordos publicitários e afins. Tudo somado, vão pingar na conta da estrela do Lakers 95,4 milhões de dólares neste ano.

Por menos de 4,6 milhões de dólares – o que está longe de ser pouco para a maioria dos mortais, convenhamos – ele não ingressará no seleto time dos atletas que faturaram 100 milhões de dólares em um único ano. Só dois atletas americanos chegaram a tanto: Tiger Woods e Floyd Mayweather.

No final 2021, porém, LeBron James vai entrar para um clube ainda mais impressionante, o dos atletas que acumularam ao longo de suas carreiras 1 bilhão de dólares. Quem mais faz parte do grupinho? Woods e Mayweather, claro, além de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. No caso do jogador de basquete, 700 milhões de dólares dessa dinheirama toda foram amealhados fora das quadras.

E falamos de uma época difícil para a NBA. Nos longínquos dias normais, as arquibancadas respondiam por cerca de 40% das receitas da liga; com elas praticamente às moscas, contribuem agora com quase nada. Para equilibrar as contas da associação, firmou-se um acordo coletivo que abocanha 20% dos salários dos jogadores. É por isso que LeBron James irá ver cerca de 8 milhões de dólares a menos dos 39,2 milhões de dólares que o Lakers lhe prometeu para a temporada 2020-21. Bola para a frente: não se pode ganhar sempre.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.