Kevin Spacey irá "voluntariamente" a tribunal após acusações de agressão sexual

Ator disse confiar em provar a própria inocência perante a Justiça britânica, após enfrentar acusações similares nos EUA
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
A
AFP

Publicado em 31/05/2022 às 15:04.

Última atualização em 31/05/2022 às 15:30.

O ator americano Kevin Spacey comparecerá voluntariamente a um tribunal britânico após ser acusado de agressão sexual, disse o artista em um comunicado divulgado nesta terça-feira, 31, no qual acrescentou que confiava em provar sua inocência.

VEJA TAMBÉM

A polícia e os promotores britânicos informaram na semana passada que Spacey enfrentava quatro acusações de agressão sexual e outra por "fazer com que uma pessoa participasse de uma atividade sexual com penetração sem seu consentimento".

Vencedor de dois prêmios Oscar pelos filmes Beleza Americana (1999) e Os Suspeitos (1995), o ator também foi diretor artístico do teatro Old Vic, em Londres, entre 2004 e 2015.

"Eu aprecio muito a declaração do Serviço de Procuradoria da Coroa, no qual lembraram cuidadosamente à mídia e ao público que tenho direito a um julgamento justo e que sou inocente até que se prove o contrário", disse Spacey em uma declaração ao programa de televisão Good Morning America.

"Apesar de estar decepcionado com sua decisão de seguir adiante, comparecerei voluntariamente no Reino Unido assim que puder ser providenciado e me defenderei dessas acusações. Estou seguro de que provarei minha inocência", acrescentou.

De acordo com a revista especializada em cinema e entretenimento Variety, as autoridades britânicas planejavam solicitar a extradição de Spacey.

A onda de acusações contra o ator surgiu em 2017 a partir do movimento #MeToo, que revelou inúmeros casos de agressão sexual e assédio na indústria cinematográfica.

Isso levou a uma investigação da Polícia Metropolitana de Londres e uma revisão do Old Vic das ações do ator de 62 anos durante seu tempo como diretor artístico.

As denúncias iniciais contra Spacey causaram sua saída da temporada final da premiada série política House of Cards, da qual era protagonista.

Spacey atualmente mora em Nova York e já negou acusações similares nos Estados Unidos.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.