iPhone é o produto mais desejado para a Black Friday de 2022

Para a data, 86% dos brasileiros pretendem comprar eletrônicos
14% dos participantes da pesquisam estão dispostos a gastar acima de R$ 2.000 nesta Black Friday. (Jeenah Moon/Getty Images)
14% dos participantes da pesquisam estão dispostos a gastar acima de R$ 2.000 nesta Black Friday. (Jeenah Moon/Getty Images)
J
Julia Storch

Publicado em 31/10/2022 às 08:00.

Última atualização em 07/11/2022 às 18:13.

Uma pesquisa realizada pelo Pelando, site de compras com promoções e cupons de descontos, revelou que eletrônicos são os produtos mais desejados pelos brasileiros nesta Black Friday, que acontece no dia 25 de novembro.

O levantamento, realizado com mais de 1.600 consumidores de todas as regiões do país, em setembro, mostra que 57,40% dos consumidores pretendem gastar mais do que na edição passada, que rendeu ao e-commerce brasileiro um faturamento de R$ 4,2 bilhões, conforme relatório da NielsenIQ Ebit.

“As expectativas de compra para esta Black Friday são maiores, pois os consumidores serão estimulados pela Copa do Mundo”, explica Guilherme Vieira, fundador do Pelando.

Veja descontos, dicas e outros conteúdos publicados pela EXAME sobre a Black Friday 2022!

Quanto as pessoas pretendem gastar na Black Friday

O ticket médio de 21% dos participantes está entre R$ 1.000 e R$ 2.000, 13% deles reservaram entre R$ 500 e R$ 1.000, e 14% dos respondentes estão dispostos a gastar acima de R$ 2.000 nesta Black Friday.

O que as pessoas vão comprar na Black Friday

A categoria de eletrônicos é a mais desejada por 86% dos consumidores ouvidos, seguida por games e computadores (63%), itens de casa e cozinha (35%), supermercado (26%), moda (22%), saúde, beleza e viagens, com 16%, e serviços de assinatura e delivery, com 15%.

Lojas preferidas

Mais de 80% dos consumidores pretendem fazer as compras apenas no e-commerce, enquanto 19% vão comprar tanto em lojas online quanto em lojas físicas. Dentre elas, as preferidas são: Amazon (27%), Americanas (26%), Magalu (24%), Kabum (15%), Submarino (10%), Casa Bahia (9%) e Mercado Livre (8%), sendo que 96% pesquisam sobre a reputação das lojas, 64% deles checam os comentários da marca no Reclame Aqui, 26% consideram a boa avaliação da loja feita por usuários do Pelando e 5% compram por indicação de amigos.

Meios de pagamento

Parcelamento no cartão de crédito é a escolha de 74% dos consumidores, enquanto pagamentos no PIX devem ser feitos por 56% deles, 45% pretende usar o crédito para comprar à vista, 16% pretende pagar no débito e 8% no dinheiro.

Para economizar nas compras, os entrevistados revelaram algumas estratégias: 81% utilizam cupom de desconto, 67% monitoram os preços com antecedência em comparadores de preço para verificar se a promoção é verdadeira, além de criar alertas de desejo para receber notificação das ofertas nas lojas (76%).

Conheça a newsletter da Casual EXAME, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Fatores decisivos

A pesquisa mostrou que 73% dos brasileiros já sabem o que vão comprar na Black Friday, sendo que 67% deles já estão pesquisando.

Na hora de bater o martelo, os fatores mais considerados para a tomada de decisão são: preço (52%), frete grátis (25%), cupom de desconto (10%), confiança na loja e cashback (4%).

Em contrapartida, loja desconhecida ou mal avaliada faz com que 38% consumidores desistam da compra, seguido por valores altos do frete (35%), avaliações negativas de outros usuários do Pelando (15%), prazo de entrega muito longo e poucas condições de pagamento com 4%.

Leia também: