Goleiro da Austrália esconde garrafa de adversário com anotações sobre batedores de pênaltis

Seleção da Oceania venceu o Peru nos pênaltis e está classificada para a Copa do Catar
Andrew Redmayne, goleiro da Austrália. (Joe Allison/Getty Images)
Andrew Redmayne, goleiro da Austrália. (Joe Allison/Getty Images)
A
Agência O GloboPublicado em 15/06/2022 às 11:09.

A Austrália conquistou a última vaga restante para a Copa do Mundo do Catar, depois de vencer o Peru nas cobranças de pênalti, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Entrando em campo já na prorrogação da partida, Andrew Redmayne, goleiro australiano, foi o herói da classificação ao defender duas cobranças na disputa de pênaltis.

No entanto, um vídeo flagrou o momento em que Redmayne arremessa para fora do campo o que parece ser as anotações do goleiro adversário, o peruano Pedro Gallese. Nelas, em geral, os arqueiros carregam um histórico de cobranças dos batedores adversários, o que ajuda no momento de decidir qual lado escolher em cada pênalti.

Sem as suas anotações, Gallese defendeu apenas a cobrança de Boyle, enquanto Redmayne garantiu a classificação da Austrália após defender o chute de Varela — o lateral peruano Advíncula acertou a trave.

Com a vitória, a Austrália entrou no grupo D da Copa do Mundo 2022, ao lado da atual campeã França, da Dinamarca e da Tunísia. Esta será a sexta participação do país em copas, a quarta seguida — esteve em 1974, 2006, 2010, 2014 e 2018.

Jogo truncado e vaga nos pênaltis

Peru e Austrália fizeram um jogo tecnicamente bem abaixo do esperado, mas reservaram as grandes emoções para o final. A decisão da penúltima vaga para a Copa do Mundo do Catar 2022 foi nos pênaltis, após o empate sem gols no tempo regulamentar.

Herói da disputa, Andrew Redmayne entrou aos 15 minutos do segundo tempo da prorrogação, na vaga de Matthew Ryan, e roubou a cena não só pelos pênaltis defendidos como pela postura nas cobranças. Redmayne saltava de um lado a outro do gol para desconcentrar os peruanos. Em duas cobranças deu certo: ele defendeu os chutes de Advincula e Varela.

Na última Copa, a Austrália também esteve junto de França e Dinamarca na primeira fase, mas naquela época ainda existia uma competitividade maior. Após a partida de hoje, ficou evidente a disparidade técnica entre as seleções e espera-se que as duas europeias do grupo sobressaiam.

Esta foi a segunda vez que as seleções se enfrentaram na história. A primeira foi justamente na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Os peruanos venceram o jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos por 2 a 0, gols de Carrillo e Paolo Guerrero.

VEJA TAMBÉM: Copa do Mundo 2022: Veja as 32 seleções classificadas, grupos e datas do Mundial no Catar

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.