Família Addams, Sweeney Todd e Nautopia: o retorno dos musicais em SP

Família Addams retorna após dez anos da estreia de sua primeira temporada no Teatro Renault, com Marisa Orth (Morticia) e Daniel Boaventura (Gomez) de volta aos mesmos papéis
 (Teatro Renault/Divulgação)
(Teatro Renault/Divulgação)
Por Laura PanciniPublicado em 20/04/2022 08:00 | Última atualização em 19/04/2022 18:12Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Os musicais em São Paulo estão de volta após dois anos de pausa. Com o aumento da vacinação contra a covid-19 e o afrouxamento de medidas como uso de máscara e distanciamento social, tudo indica que é seguro voltar aos palcos (e assentos) dos teatros paulistas.

A peça de maior destaque para os próximos meses é A Família Addams,­ que retorna após dez anos da estreia de sua primeira temporada no Teatro Renault, com Marisa Orth (Morticia) e Daniel Boaventura (Gomez) de volta aos mesmos papéis.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos pra você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Na peça, Wandinha Addams (Pamela Rossini) está mais velha e apaixonada por Lucas Beineke (Dante Paccola), um jovem respeitável e com pais extremamente… normais. A família é convidada para um jantar na mansão dos Addams, que tentam se acostumar com o interesse de Wandinha pelo “comum”, e segredos de todos os lados tornam a noite ainda mais complicada. Com um roteiro mais adulto e piadas adaptadas ao jeitinho brasileiro — Gomez grita ao descobrir que os sogros de Wandinha poderiam ser “gratiluz” —, o musical é diversão garantida.

Aqueles que buscam por uma noite mais dinâmica podem se interessar por Sweeney Todd, musical com uma temporada curta no rooftop do Teatro Santander. Estrelando Rodrigo Lombardi, o musical conta a história de um barbeiro que volta à sua loja na Rua Fleet, em Londres, depois de passar 15 anos preso, querendo vingança. Sob o pseudônimo Sweeney Todd, o barbeiro conhece Dona Lovett (Andrezza Massei), responsável pela torteria falida ao lado, e juntos eles começam a criar tortas rechea­das de ingredientes muito suspeitos. Os espectadores têm a vivência de uma peça totalmente imersiva, com as mesas dos convidados no meio do cenário, além da chance de provar alguns petiscos da dupla mortal.

Outra sugestão para maio é a produção brasileira Nautopia. Estrelada por Beto Sargentelli, a peça conta a história de Tomás, um jovem que viaja do litoral de Santa Catarina a Paraty após o desaparecimento de sua irmã. A única peça que vai somente até abril é Chicago, clássico da Broadway. Emanuelle Araújo, Paulo Szot e Carol Costa sã0 as estrelas desta história que se passa na década de 1920 e trata de temas como crime, fama, mulheres fortes e, acima de tudo, o jazz. A última noite de show está marcada para 1o de maio — vale a pena correr para garantir os ingressos. 

Chicago |  Até 1o/5 no Teatro Santander | Ingressos de 37,50 a 340 reais

Sweeney Todd | Até 15/5 no 033 ROOFTOP (Teatro Santander) | Ingressos de 37,50 a 220 reais 

Nautopia |  Até 29/5 no Teatro B32 | Ingressos de 50 a 220 reais

A Família Addams | Até 31/7 no Teatro Renault | Ingressos de 37 a 350 reais