Casual
Acompanhe:

"Eu não puxei o gatilho", diz Alec Baldwin sobre tiro no set de filmagem

Baldwin, que estava segurando uma arma cenográfica que lhe disseram que estava segura, concedeu a primeira entrevista completa sobre o incidente

Alec Baldwin: ator disse que não puxou o gatilho da arma (Mark Sagliocco / Correspondente/Getty Images)

Alec Baldwin: ator disse que não puxou o gatilho da arma (Mark Sagliocco / Correspondente/Getty Images)

R
Reuters

1 de dezembro de 2021, 19h37

O ator Alec Baldwin disse que não puxou o gatilho da arma que disparou uma bala e matou uma diretora de fotografia no set do filme Rust, de acordo com trecho de entrevista para uma emissora de televisão divulgado nesta quarta-feira.

Baldwin, que estava segurando uma arma cenográfica que lhe disseram que estava segura, concedeu a primeira entrevista completa sobre o incidente de 21 de outubro no Novo México.

"Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho", disse o ator ao jornalista George Stephanopoulos, da rede ABC, de acordo com trecho da entrevista, que será transmitida na íntegra na quinta-feira.

"Então você nunca puxou o gatilho?", perguntou Stephanopoulos.

"Não, não, não. Eu nunca apontaria uma arma para ninguém e puxaria o gatilho. Nunca", respondeu Baldwin.

A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta e o diretor Joel Souza ficou ferido no episódio que Baldwin chamou de um trágico acidente no set de um filme de faroeste que ele estava fazendo perto de Santa Fé.

O Departamento do xerife de Santa Fé disse nesta quarta-feira que não tinha comentários sobre a declaração de Baldwin. Não se sabe se as autoridades estão investigando um cenário de descarga acidental.

Nenhuma acusação criminal foi apresentada. Os investigadores têm concentrado seus esforços em como a munição real foi parar no set.

Baldwin declarou na entrevista à ABC que não tem ideia de como uma bala real entrou no set.