Estado de saúde de Havelange piora e é considerado grave

''Depois da visita de hoje, o estado clínico do presidente de honra da Fifa é grave e inspira cuidados'', diz o comunicado.

Rio de Janeiro - O estado de saúde do ex-presidente da Fifa, João Havelange - internado desde 18 de março no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio de Janeiro - piorou e é considerado grave, segundo boletim médico da unidade de saúde.

''Depois da visita de hoje, o estado clínico do presidente de honra da Fifa é grave e inspira cuidados'', diz o comunicado.

Havelange apresentou ''uma piora do quadro cardíaco e pulmonar e necessita de remédios para controlar a pressão arterial e melhorar as funções do coração'', assinala o relatório clínico assinado pelo cardiologista João Mansur Filho, chefe da unidade coronariana. O dirigente esportivo segue em tratamento com antibióticos por via intravenosa e não tem previsão de alta.

Havelange já tinha sido hospitalizado em maio de 2010 por uma infecção e em 2006 foi passou por uma operação na qual teve implantado um marca-passo. Em dezembro de ano passado o ex-presidente da Fifa alegou motivos de saúde para justificar sua renúncia como membro diretor do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.