Corinthians joga em busca de histórica sequência invicta

O time está a um empate de igualar uma marca que se mantém inabalável há 44 anos

Tijuana - O Corinthians está a um empate de igualar uma marca que se mantém inabalável há 44 anos. Somando 16 jogos seguidos sem perder na Libertadores, o time enfrenta o Tijuana nesta quarta-feira, a partir das 22 horas, no México, e pode alcançar um recorde que pertence ao Sporting Cristal.

Nas edições de 1962, 68 e 69 da competição continental, os peruanos atingiram 17 partidas de invencibilidade.

Se alcançar o objetivo, o feito será ainda maior porque o Corinthians é o atual campeão e conquistou o título de 2012 sem um único revés. O Sporting Cristal, embora ostente essa invencibilidade histórica de 17 jogos, não venceu a Libertadores em nenhum daqueles anos na década de 60.

Para quem não se lembra da última derrota do Corinthians na Libertadores, foi na fatídica eliminação diante do Tolima, no dia 2 de fevereiro de 2011, em Ibagué, na Colômbia, ainda pela fase preliminar do torneio.

Dali em diante, se deu a ascensão corintiana que culminou no título no ano passado.

"É uma marca para todos aqui, um desafio, não é pouco ficar 16 jogos sem derrota", disse o técnico Tite, na terça-feira, em Tijuana, onde preparou o time para encarar o gramado sintético do Estádio Caliente. "A busca, primeiro, é vencer. Não vou propor administrar o resultado para empatar."


O Corinthians terá um punhado de obstáculos para sair de Tijuana ao menos com um empate. A viagem até a cidade mexicana que faz fronteira com San Diego, nos Estados Unidos, foi longa - durou mais de 17 horas -, os titulares fizeram apenas um único treino desde o clássico com o Santos no domingo e o jogo será disputado num campo com gramado sintético.

Além disso, o Tijuana é a sensação do Grupo 5 da Libertadores, com seis pontos ganhos em dois jogos, e a torcida promete fazer muito barulho no Estádio Caliente, que ainda passa por reforma, mas que deverá estar cheio para o jogo mesmo sendo disputado às 17 horas no horário local em um dia útil - no horário de Brasília, será às 22 horas.

Nas contas de Tite, o mais importante é que o Corinthians consiga no mínimo um empate nesta quarta-feira, para se manter na cola do Tijuana - a diferença entre os times é dois pontos no Grupo 5.

"Buscamos quatro pontos nesses dois jogos (na próxima semana, receberá justamente o adversário mexicano em São Paulo). Pelas minhas contas, com 11 pontos uma equipe se classifica como segunda colocada", avaliou o treinador.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.